Ana Vaz

AnaVaz_2Assim que se fala com Ana Vaz percebe-se no olhar, na voz e na postura uma sagacidade e uma determinação inabaláveis. Dizem que lhe está “na massa do sangue”… Esta estudante de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) foi a presidente do 11th Young European Scientist Meeting – um evento internacional promovido inteiramente por estudantes e para estudantes que investigam ou se interessam por investigação na área da Biomedicina. E foi assim que um congresso que juntou no Porto quase meio milhar de jovens cientistas de todo o Mundo, entre os dias 15 e 18 de setembro, teve como general…uma futura obstetra.

A qualidade do programa científico embaraçou certamente muitos dos seniores que organizam eventos do género. É que a equipa do YES Meeting reuniu num só congresso dois vencedores do Prémio Nobel da Medicina, um cientista galardoado com o igualmente prestigiado Prémio Lasker e quatro dos mais relevantes especialistas da Organização Mundial da Saúde. Para além disso, a equipa assegurou a presença de importantes figuras do plano das Políticas da Saúde e da Ciência, como Jorge Sampaio, Manuel Heitor, Fernando Nobre e…ainda surpreendeu a audiência com uma mensagem gravada especialmente por António Guterres, candidato ao cargo de Secretário-geral das Nações Unidas, para o promissor grupo de participantes no YES Meeting.

Ana Vaz tem 23 anos. É natural do Porto e ingressou na FMUP em 2011 com uma média acima dos 19 valores. Integrou uma das task forces do YES Meeting, pela primeira vez, em 2013 e ficou, desde aí, fortemente ligada a este evento. No ano seguinte fez parte da equipa responsável pela organização dos workshops deste encontro científico internacional e, em 2015, ocupou o cargo de vice-presidente do YES. Terminará este ano letivo o curso de Mestrado Integrado em Medicina com o orgulho de poder dizer que fez acontecer um dos melhores – se não o melhor! – YES Meeting de sempre.

Idade?

23 anos

Naturalidade?

Porto

De que mais gosta na Universidade do Porto?

Da qualidade de ensino e do espírito universitário. Este espírito universitário, trazido a cada faculdade por estudantes como os da Comissão Organizadora do YES Meeting, é essencial para a promoção da ciência, desenvolvimento de espírito empreendedor e é o que torna a Universidade do Porto única.

De que menos gosta na Universidade do Porto?

Do facto de os polos serem distantes, dificultando o contacto entre universitários das diferentes faculdades.

Uma ideia para melhorar a Universidade do Porto?

Haver sessões de temas transversais a diferentes áreas do conhecimento da Universidade do Porto, de modo a fomentar a partilha de informação e de know-how.

Como prefere passar os tempos livres?

A viajar, com os meus amigos e família, a ler, no cinema.

Um livro preferido?

Ensaio sobre a cegueira

Um disco/músico preferido?

John Mayer.

Um prato preferido?

Polvo assado (o da minha mãe).

Um filme preferido?

Midnight in Paris.

Uma viagem de sonho?

África do Sul (por realizar).

Um objetivo de vida?

Ser útil aos meus doentes, preservando não só a vida humana, mas também a sua dignidade.

Uma inspiração? (pessoa, livro, situação…)

O Papa Francisco, pela aproximação inter-religiões e pela visão diferente da Igreja Católica que trouxe aos crentes.

O projeto da sua vida…

Ser especialista em obstetrícia, ter família e manter os amigos.

O que falta fazer pelos jovens investigadores em Portugal?

Um investimento – é essencial haver mecanismos compensatórias e de estímulo para o desenvolvimento de mais, e melhores, programas de investigação.