Estudantes levam ao palco a história da Universidade em Portugal

Orfeão Universitário do Porto, 17 Janeiro de 2011

Os Pauliteiros de Miranda do OUP não vão faltar ao espetáculo. (Foto: Egídio Santos / U.Porto)

No próximo dia 29 de abril, pelas 21h00, a história da Universidade e da vida académica em Portugal vai subir ao palco do Grande Auditório da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP). A contá-la estarão estudantes e antigos estudantes da Universidade do Porto, num espetáculo inédito, integrado no Sarau Anual do Orfeão do Orfeão Universitário do Porto (OUP).

Para dar voz aos “Tempos de Academia”, o OUP não fez por menos e reuniu todos os seus grupos numa peça encenada pela antiga orfeonista Joana Melo Félix, em que a expressão coral, etnográfica e académica se unem para celebrar os sete séculos da Universidade portuguesa. Aos Pauliteiros e Pauliteiros de Miranda, dançadores e coralistas, fadistas de Lisboa e Coimbra e às inevitáveis tunas do Orfeão – a feminina e a masculina, as primeiras do país – juntar-se-ão ainda os Antigos Orfeonistas, liderados pela não menos famosa Orquestra de Tangos.

Além de celebrar o passado, o “Tempos de Academia” pretende também ser o “retrato”, na primeira pessoa, “do Universidade de inovação e o progresso, que hoje caminha ao lado da tradição que é ser estudante”. “É esta essência de ser estudante que se promete contar de uma outra forma a viagem e o lado humano do conhecimento em Portugal”, lança a organização.

Os bilhetes custan entre 3 e 5 euros e podem ser adquiridos na sede do Orfeão Universitário do Porto, na Rua dos Bragas, nº 289. Aceitam-se reservas através do número 915 260 293.

Mais informações aqui.