“I European Forum On Prevention And Primary Care” dedicado a prevenção quaternária

Realiza-se, entre os próximos dias 3 e 4 de abril, no Porto, o I European Forum On Prevention And Primary Care. Esta primeira edição terá como tema “Prevenção Quaternária – A Arte do “Primum non Nocere”, expressão em latim que significa, literalmente, “primeiro, não prejudicar” e se refere à necessidade de prevenir e evitar riscos, danos ou custos para os doentes em resultado de exames ou de intervenções médicas desnecessárias.

Entre os oradores contam-se, por exemplo, Marc Jamoulle (Universidade de Liège) Bruno Heleno (NOVA Medical School), Ted van Essen (Centro Médico Universitário de Utrecht), Mateja Bulc (chair do EUROPREV network) e John Brodersen (Universidade de Copenhaga), para além de Carlos Martins, investigador do CINTESIS – Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde, sediado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), e membro da organização do evento, que irá propor algumas estratégias para reduzir a prescrição e realização de testes ou exames de diagnóstico que não se justificam, tendo em conta a melhor evidência científica disponível.

Outros temas como o sobrediagnóstico no screening do cancro, os erros de diagnóstico em doenças respiratórias crónicas, os prós e contras da vacinação contra a gripe, a estratégia racional para evitar o subdiagnóstico e o sobretratamento na doença mental e os programas de prevenção para grupos minoritários também estarão em debate.

Apoiado pelo CINTESIS, o evento é organizado pela European Network for Prevention and Health Promotion in Family Medicine and General Practice (EUROPREV) e pele World Organization of Family Doctors (Wonca), com o apoio do Departamento de Medicina da Comunidade, Informação e Decisão em Saúde da FMUP e da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar.

As inscrições estão abertas até ao início de abril, aqui.

Mais informações aqui.