Ipatimup lança olhar sobre as experiências individuais de doença

graca_carapinheiro

Graça Carapinheiro é especialista em Sociologia da Saúde e da Medicina. (Foto: DR)

«A Saúde e a Doença na Ordem do Mundo e da Sociedade» é o tema do seminário que a socióloga Graça Carapinheiro vai apresentar no próximo dia 15 de maio, às 11h00, no auditório do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup). Este seminário realiza-se no âmbito do projeto «Conhecer a doença: os doentes em primeiro lugar», que está a ser desenvolvido pela investigadora do Ipatimup Paula Silva, com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian.

O tema central do seminário foca as experiências de viver a saúde e o adoecimento através da análise dos contextos biográficos que delimitam os seus contornos humanos e dos processos de identidade que emergem na história individual e social de cada doença. Esta dinâmica permite reconstituir mundos sociais diversificados, onde saúde e doença ganham múltiplos significados.

Especialista em Sociologia da Saúde e da Medicina, Graça Carapinheiro é investigadora no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa. Autora de várias publicações sobre saúde, o último projeto de investigação em que esteve envolvida incidiu sobre «O sistema de saúde português no contexto da troika – a experiência dos médicos».

A entrada no seminário é livre, mas sujeita a inscrição – mediante preenchimento do respetivo formulárioaté 13 de maio.