Museu de História Natural de Londres chega pela primeira vez a Portugal

Exposiçãó reúne dezenas de fósseis de dinossauros e de outras espécies já extintas. (Foto: DR)

São 60 espécimes “residentes” no Museu de História Natural de Londres e, ao longos próximos meses, vão mudar-se para a Alfândega do Porto com a missão de explicar o papel das extinções na evolução da vida. O pretexto será “Extinção – o fim ou o início?”, título exposição que traz pela primeira vez a Portugal o espólio do museu londrino, com o apoio da Universidade do Porto.

Qual o impacto do Homem na biodiversidade da Terra e no clima do planeta? Como sobreviveram algumas espécies à extinção? São algumas das questões que podem ser respondidas, a partir de 28 de maio, com a ajuda de fósseis de dinossauros e de outras espécies extintas há milhares de anos. Mas há também espécies recentemente extintas, como o golfinho de rio Baiji, na China.

Espaço da exposição inclui diversas atividades e jogos interativos pensados para todas as idades. (Foto: DR)

Além dos elementos do Museu de História Natural de Londres, há ainda espaço para filmes e audiovisuais interativos e outras atividades como jogos e simulações dinâmicas. A revisão científica é assegurada por mais de 300 cientistas que trabalham no museu.

A exposição está pensada para todas as idades. Quanto aos bilhetes , a entrada para um adulto custa 12 euros . E se para crianças até aos 3 anos, a entrada é gratuita,  estão também previstos preços especiais para crianças até aos 12 anos (8 euros), estudantes e seniores (9 euros). Há ainda um ingresso familiar que, por 30 euros, permite a entrada de dois adultos e até três crianças.

“Extinção – o fim ou o início?” vai estar em exibição até 8 de outubro e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 18h00, e aos fin-de-semana e feriados, das 10h00 às 19h00.

Mais informações aqui.