Orçamento Participativo de Portugal, em Ciência, inicia-se na U.Porto [vídeo]

A primeira de quatro sessões preparatórias da área da Ciência, do Orçamento Participativo Portugal, decorreu no dia 24 de janeiro de 2017 no Porto, na Casa Andresen (Jardim Botânico da Universidade do Porto). O Orçamento Participativo de Portugal é um processo democrático, direto e universal, através do qual as pessoas decidem sobre investimentos públicos em diferentes áreas de governação. Através do OPP as pessoas podem decidir como investir 3 milhões de euros. O OPP abrange a totalidade do território português, integrando grupos de propostas de âmbito territorial diferenciado: 1 de âmbito nacional; 1 por cada uma das áreas das NUT II (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve); 1 por cada Região Autónoma. Estes grupos de propostas não concorrem entre si, tendo cada um deles a sua dotação financeira. Cada região do país terá sempre assegurada a existência de projetos vencedores do OPP no seu território. O OPP é deliberativo. São as pessoas que apresentam propostas de investimento e que escolhem, através do voto, quais os projetos que devem ser implementados.

Para outros vídeos, visite o canal oficial da Universidade do Porto no Youtube.