Mostra da U.Porto levou perto de 14 mil à Alfândega do Porto

13.ª da Universidade do Porto 13.ª da Universidade do Porto encerrou as suas portas este domingo. Numa edição marcada pela mudança para o Centro de Congressos da Alfândega do Porto, a Mostra voltou a afirmar-se como palco privilegiado para descobrir a U.Porto, como puderam atestar os 13.654  visitantes que, ao longo de quatro dias, tiveram a oportunidade de conhecer de perto as atividades de ensino e investigação da Universidade através de mais de 100 atividades especialmente preparadas para o efeito.

Como manda a tradição, os dois primeiros dias da Mostra foram quase inteiramente orientados para os alunos do ensino básico e secundário. Milhares de futuros universitários , a maior parte dos quais integrados em 115 visitas de grupos escolares oriundos de 96 escolas de toda a região, invadiram a “feira de vocações” da Universidade em busca de informações sobre os cursos da U.Porto, notas e condições de acesso e saídas profissionais.

Mas porque a Mostra é um evento para toda a família, foram também muitos os visitantes que vieram atraídos pelas dezenas de experiências interativas desenhadas para todos os públicos, seja qualquer for a idade, que decorreram nos espaços da Alfândega. A liderá-las estiveram os membros da comunidade académica da Universidade do Porto que assim puderam demonstrar algumas das atividades e experiências divertidas que se realizam diariamente numa universidade.

Em família, com a escola ou com amigos, os visitantes puderam participar em dezenas de experiências científicas interativas, onde se incluíam aulas reais de pintura e desenho, demonstrações de culinária saudável, atividades desportivas, jogos de mercados financeiros, um concurso de pontes de esparguete, a simulação de um parto ou julgamentos de tribunal simulados. Numa visita à Mostra foi ainda possível a  observar algumas das mais recentes tecnologias e inovações produzidas por uma das melhores universidades da Europa, desde carros elétricos de competição a aviões e submarinos autónomos, passando por robôs trabalhadores capazes de colaborar com humanos ou simuladores médicos de tamanho real que vestem a pele de doentes reais.

Para o sucesso de mais uma edição da Mostra da U.Porto contribuiu ainda a forte adesão por parte dos diferentes organismos da Universidade – 15 escolas, 16 centros de investigação (16) e 9 serviços centrais – que marcaram presença, algusn dos quais estiverem representados por mais de 50 voluntários. Ao longo dos quatro dias da Mostra, centenas de estudantes, professores, investigadores e funcionários não docentes mobilizaram-se assim para prestar informações sobre as licenciaturas e mestrados integrados das suas faculdades e esclarecer dúvidas sobre currículos, formas de acesso ao ensino superior ou os apoios sociais disponibilizados na Universidade do Porto.

Recordem alguns dos principais momentos da 13.ª da Universidade do Porto na página da U.Porto no Facebook.

Mais informações em http://www.mostra.up.pt/.

  • Maria Irene Barros

    De tal sucesso nunca tive dúvidas, porque sempre me apercebi do entusiasmo dos alunos, e o local também foi mais amplo. .Parabéns à Universidade do Porto pelo nível dos seus colaboradores para que a «feira das vocações» tivesse este êxito