Monstros de Plástico invadem a Baixa do Porto

"Medusa" é uma das esculturas patentes na cidade até 31 de julho

A “Medusa” é uma das esculturas patentes na cidade até 31 de julho

São seres monstruosos e abandonaram as profundezas dos oceanos para surpreenderem quem passa pelas ruas da Baixa do Porto. Tudo por uma boa causa. Assim se apresentam as três esculturas de grandes dimensões que constituem “Um Oceano de Plástico”, título da exposição que a Campanha Ocean Action do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) leva desde o passado dia 1 de julho a vários espaços públicos da cidade, com o objetivo de alertar a população para o problema do lixo plástico no Oceano.

As três esculturas estão localizadas em três pontos da Baixa do Porto: Espelho de Água da Av. Aliados, Estação de S. Bento e Largo de S. Domingos e foram construídas por alunos de Artes Plásticas da ESAP (Escola Superior Artística do Porto) a partir de plásticos descartados.

Segundo José Teixeira, coordenador da Campanha Ocean Action, “esta iniciativa recorre ao uso da arte para atrair a atenção da sociedade para questões científicas e ambientais de grande relevância, e incentivar dessa forma a reflexão crítica sobre este problema pouco conhecido e a necessidade da adoção de comportamentos ambientalmente responsáveis por toda a sociedade”.

Estudos recentes mostram que mais de 8 milhões de toneladas de plástico vão parar todos os anos ao Oceano levados pelos ventos, chuvas, esgotos, rios ou deitados diretamente nas praias ou no mar. A maior parte deste plástico vai parar aos fundos marinhos, enquanto o restante fica a flutuar em grandes áreas de acumulação de lixo no centro dos oceanos ou é trazido de volta para as praias.

A Campanha Ocean Action, financiada pela EEA Grants, contempla ainda a realização de atividades científicas e de sensibilização em escolas, ações de limpeza de praias, um concurso escolar, uma exposição itinerante e a produção de vídeos educativos.

A inauguração de “Um Oceano de Plástico” decorreu no Largo de S. Domingos no Porto e foi assinalada com a última apresentação da peça de teatro “Pérola no Mar de Plástico”, produzida igualmente pela ESAP para a Campanha Ocean Action. A exposição ficará patente até 31 de julho.