Modelos de negócio da Comunicação Social em debate na U.Porto

Jornalismo1

O futuro do setor da Comunicação Social vai ser tema de debate na Reitoria da Universidade do Porto.

No dia 17 de setembro, o Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto vai receber algumas das principais personalidades da vida política, social, académica e dos média que irão participar na conferência de apresentação do estudo “Modelos de Negócio e Comunicação Social”, realizado pela Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES – IUL).

Personalidades como o presidente da ERC, Carlos Magno, os economistas Rui Rio e Vítor Bento, o sociólogo Augusto Santos Silva, o presidente do Conselho de Administração da RTP, Gonçalo Reis, o presidente Executivo da Impresa, Pedro Norton, o CEO da Vodafone Portugal, Mário Vaz, os jornalistas José Alberto Carvalho e João Fernando Ramos e os diretores do Jornal de Notícias, Jornal de Negócios e Sport TV fazem parte da lista de oradores desta conferência que decorrerá durante todo o dia, entre as 9h30 e as 18 horas.

A conferência tem como mote central a apresentação de um estudo intitulado “Modelos de Negócio e Comunicação Social – Telcos, Legacy Media, Novos Media e Start-ups jornalísticas em Navegação Digital”, através do qual se pretende apresentar uma análise prospetiva sobre o desenvolvimento do setor da comunicação social para o próximo quinquénio (2015-2020).

Este estudo incorpora uma análise exaustiva de modelos de negócio e práticas de monetização da comunicação social a nível mundial e propõe uma matriz de posicionamento estratégico capaz de sustentar futuras opções de negócio na comunicação social em Portugal e em outras geografias.

Parte deste é baseada no resultado de um conjunto de entrevistas a personalidades-chave da indústria dos média, das telecomunicações e da comunicação social, realizadas por uma equipa conjunta da ERC e do CIES – IUL, a fim de reunir as suas visões e perspetivas relativamente à evolução do setor no atual contexto de crise e de transformações económicas, tecnológicas e sociais.

No total foram realizadas 24 entrevistas, em 2014, entre as quais se podem encontrar as perspetivas de personalidades com experiências tão diversas como são as de Francisco Pinto Balsemão (Impresa), Paulo Fernandes (Cofina), Rosa Cullell (Media Capital), Mário Vaz (Vodafone), Zeinal Bava (PT), Daniel Proença de Carvalho (Controlinveste), Paulo Azevedo (Sonae), Alberto da Ponte (RTP) e muitos outros. O estudo reúne ainda análises desenvolvidas por vários especialistas, com base em inquéritos, bases de dados e dezenas de relatórios nacionais e internacionais.

O objetivo é que este estudo, por via dos diagnósticos que apresenta, bem como dos cenários que aponta, possa contribuir para ajudar as empresas de comunicação social e os seus profissionais a desempenhar as suas funções sociais e económicas de forma integrada e com maior estabilidade, favorecendo o pluralismo, a qualidade, o rigor e a independência dos projetos e, por essa via, prestem um melhor serviço aos cidadãos e à democracia.

Para participar na conferência, com entrada gratuita, apenas é necessário realizar uma inscrição prévia através do email conferencia@erc.pt ou do telefone 210107000. Lotação limitada à capacidade da sala.