Ministra da Cultura britânica visitou o “berço” criativo do UPTEC

O Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, inaugurou a visita da Ministra britânica ao UPTEC. (Foto: UPTEC)

A ministra da Cultura, Media e Desporto do Reino Unido, Karen Bradley, e a Embaixadora Britânica em Portugal, Kirsty Hayes, visitaram, na passada sexta-feira, 20 de janeiro, o Polo das Indústrias Criativas do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto.

Tendo em vista a aproximação das empresas portuguesas do mercado inglês e das dinâmicas artísticas e culturais britânicas, a Karen Bradley conheceu o projeto do UPTEC e startups que atuam no campo das artes, assim como negócios tecnológicos que estão a apostar na internacionalização para o Reino Unido.

O programa da visita ao UPTEC PINC contou com a apresentação da Fahr 021.3, um estúdio criativo que foca o seu trabalho entre as disciplinas de arte e arquitetura; do Canal180, um canal de televisão “Open Source” e o primeiro canal português inteiramente dedicado à cultura, artes e criatividade, que apresenta conteúdos produzidos por uma rede internacional de criadores; e da IDEIA.M, uma agência de design e inovação, que  aplica a sua experiência no desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Kirsty Hayes (à esq.) e Karen Bradley (à dir.) conheceram alguns dos como negócios tecnológicos do UPTEC que estão a apostar na internacionalização para o Reino Unido.

No campo tecnológico, marcaram presença a Facestore e a Knok. A primeira é uma inovadora plataforma de E-commerce que permite a qualquer empresa abrir uma loja online e vender os seus produtos ou serviços diretamente nas Redes. Já a segunda já recebeu 350.000€ de uma capital de risco londrina e é uma aplicação móvel em que o paciente pode marcar uma consulta com um médico, com base na localização dos dois.

A passagem da Ministra da Cultura britânica pelo Polo Criativo do UPTEC terminou no PhDDesign, espaço onde investigadores desenvolvem a sua investigação, potenciando o seu cruzamento com o universo funcional e prospetivo do UPTEC. A residência do PhDDesign no Polo Criativo do UPTEC pretende consolidar uma cultura recente de investigação em design, nomeadamente no seu potencial de desenvolvimento à escala regional (em parceria com a Universidade de Aveiro / ID+) e no seu potencial de ligação ao universo empresarial, nomeadamente no universo nascente das startups em áreas criativas.

Aproveitando a deslocação ao Porto para a abertura oficial do ano britânico na Casa da Música, a agenda da ministra da cultura britânica incluiu também iniciativas com vista a reforçar as parcerias já desenvolvidas com o British Council (nomeadamente, através do European Creative Hubs Network) e o UK Trade and Investment.