Melhor Tese Europeia em Engenharia dos Perfumes tem ADN FEUP

IMG_2314(1)

Miguel Teixeira é licenciado e doutorado em Engenharia Química pela FEUP (Foto: DR)

Miguel Teixeira tem 31 anos, é antigo estudante da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e o autor da melhor tese de doutoramento europeia na área de Product Design & Engineering segundo a Federação Europeia de Engenharia Química (EFCE). Este prémio bienal visa distinguir a melhor tese que demonstre notáveis contribuições à investigação e / ou a práticas em Engenharia e Design de Produto, baseando-se na amplitude e aprofundamento dos tópicos abordados, impacto científico, relevância industrial, inovação e disseminação de resultados.

‘Perfume Performance and Classification: Perfumery Quaternary-Quinary Diagram (PQ2D) and Perfumery Radar’ é o título da tese do doutorado em Engenharia Química e Biológica na FEUP, que apresenta o desenvolvimento de novos dados experimentais, modelos teóricos, metodologias e ferramentas inovadoras para a quantificação e previsão da percepção dos cheiros. Para tal, foram aplicados conceitos vindos da Engenharia do Produto na indústria das fragrâncias – aquilo a que se chama de Engenharia de Perfumes que é, aliás, uma linha de investigação do LSRE onde desenvolveu a tese.

Neste trabalho, o investigador abordou a importância da escolha das matérias-primas e os fenómenos da evaporação e difusão das diferentes fragâncias presentes num perfume até à sua perceção olfativa. Foi até desenvolvida uma nova metodologia, a “Perfumery Quaternary-Quinary Diagram® (PQ2D®)”, capaz de prever e mapear a intensidade e o carácter do cheiro de uma mistura simples de fragrâncias. Foi-se mais longe com este trabalho de investigação ao propor-se toda uma nova abordagem para a percepção olfativa que teve ainda um trabalho de parceria com  a multinacional Procter & Gamble (P&G). Por fim, desenvolveu-se o “Perfumery Radar” (ou Radar dos Perfumes), uma metodologia baseada em pressupostos científicos com potencialidades de previsão para a classificação sistemática de perfumes comerciais em famílias olfativas. Um dos principais objetivos desta tese residiu, por isso, no desenvolvimento de técnicas e metodologias de standardização de processos que a nível industrial são ainda governados pelos perfumistas. Dela resultaram dados experimentais e novas ferramentas com relevância para a formulação, classificação e avaliação da performance de fragrâncias que poderão permitir reduzir o tempo e custos associados ao desenvolvimentos de novas fragrâncias.

O doutoramento de Miguel Teixeira surge depois de um semestre de investigação nos EUA e após o contacto com o docente do Departamento de Engenharia Química da FEUP, Alírio Rodrigues, grande impulsionador desta tese, que lhe ofereceu a possibilidade de desenvolver trabalho o doutoramento no Laboratory of Separation and Reaction Egineering (LSRE), especificamente na área da Engenharia dos Perfumes.  O doutoramento teve a duração de quatro anos – 2007 a 2011 – e contou com a orientação de Alírio Rodrigues e co-orientação de Oscar Rodriguez, ao qual se seguiu um pós-doutoramento de dois anos e meio também no LSRE  para continuação do mesmo tópico, até entrar para a International Flavors & Fragrances (IFF), um dos líderes globais nesta área.

O trabalho que nasceu no doutoramento não se ficou pelos suportes académicos. No seguimento da tese, Miguel e mais alguns autores escreveram um livro onde combinam grande parte dos estudos com mais alguns dados e resultados. Este livro intitula-se “Perfume Engineering: Design, Performance & Classification” e foi publicado internacionalmente pela Elsevier.

O prémio EFCE vai ser entregue durante o 5º Simpósio Europeu em Product Design & Engineering, integrado na Conferência Europeia em Engenharia Química (ECCE) que está agendada de 27 de setembro a 1 de outubro em Nice, França.