Melhor tese de doutoramento em investigação operacional é da U.Porto

Luís Guimarães

Luís Guimarães recebeu o prémio de melhor tese de doutoramento de 2013 e 2014 no Congresso da Associação Portuguesa de Investigação Operacional (IO2015).

O investigador do INESC TEC, professor e antigo estudante na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), Luís Guimarães, recebeu os prémios de melhor tese de doutoramento de 2013 e 2014 (prémio entregue de dois em dois anos) e melhor artigo científico de 2015.

Intitulada “Advanced Production Planning in the Beverage Industry”, a tese de doutoramento do investigador aborda problemas de dimensionamento e escalonamento de lotes de produção na indústria de bebidas. A dissertação foi desenvolvida no âmbito do Programa Doutoral em Engenharia Industrial e Gestão da FEUP e orientada por Bernardo Almada-Lobo (administrador do INESC TEC e docente na FEUP) e Diego Klabjan (Northwestern University, EUA).

Considerando que o planeamento de produção desempenha um papel fundamental no desempenho da cadeia de abastecimento, e motivado pela complexidade do planeamento da produção nesta indústria em particular, o investigador do INESC TEC (atualmente professor auxiliar no Departamento de Engenharia e Gestão Industrial na FEUP) estudou e desenvolveu ferramentas quantitativas que podem auxiliar os gestores ao nível do processo de tomada de decisão, utilizando novos modelos de programação matemática e metaheurísticas que constituíram um avanço para a área.

Os bons resultados obtidos permitiram que a metodologia desenvolvida seja uma das áreas de atuação da LTPlabs, uma startup do INESC TEC que utiliza metodologias de base analítica para fornecer serviços de consultoria de gestão a empresas. A LTPlabs foi criada em conjunto com Bernardo Almada Lobo e Pedro Amorim (Investigador do INESC TEC e Docente na FEUP).

Também da autoria de Luís Guimarães é o melhor artigo científico de 2015, para o qual também contribuíram os orientadores do doutoramento. Intitulado “Pricing, relaxing and fixing under lot sizing and scheduling, European Journal of Operational Research”, o artigo apresenta avanços importantes na área do dimensionamento de escalonamento da produção com tempos de setup dependentes da sequência.

Os prémios foram entregues no Congresso da Associação Portuguesa de Investigação Operacional (IO2015), que decorreu de 7 a 9 de setembro, na Escola Superior de Gestão do Instituto Politécnico de Portalegre.