“Máscara Solta” encena Shakespeare

Adaptado de um texto inacabado de Shakespeare, «Tímon» vai estar em cena até 6 de junho.

Estreou no dia 27 de maio, TIMON, o último espetáculo levado à cena este ano letivo pelo “Máscara Solta”, o grupo de teatro da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), sob a direção de Ana Catarina Ramalho e Tiago Moura.

Adaptado do texto inacabado de William Shakespeare, “«Tímon» é um nobre que, apesar de relembrado pela sua bondade e enorme generosidade, se revolta quando aqueles que alimentou o abandonam depois de a sua fortuna secar. Exilado da cidade que entreteu, semeia a guerra e o caos no espírito dos que se atrevem a visitá-lo na orla do seu leito final.”

A peça vai ficar em cena duas semanas, de 27 a 30 de maio e de 3 a 6 de junho, no espaço La Marmita, no cais de Gaia (rua de França, 6). As sessões começam sempre às 21h30.

Ao longo de oito meses, a dupla de encenadoras, composta por Ana Catarina Ramalho e Tiago Moura, conseguiu criar quatro espetáculos: a retrospetiva dos primeiros 10 anos do grupo «trans-», o primeiro espetáculo do “Máscara Solta” na faculdade em 11 anos; o espetáculo «Presas», o primeiro original do grupo, reposto na XIV edição do FATAL – Festival Anual de Teatro Académico de Lisboa; e agora «TIMON».

Neste período, o grupo contabilizou ainda colaborações com o Grupo de Estudos Lusófonos da FLUP e participações em colóquios (I Escrever nas Margens e III Tinha Paixão), no “Bairro dos Livros”, nas Inaugurações Simultâneas de Miguel Bombarda e num workshop de teatro com o investigador Luís Tarujo. Depois de levar à cena «TIMON», o grupo vai ainda protagonizar uma aindaa leitura encenada – «Catábase» – no âmbito da programação da semana cultural da AEFLUP.