Maria João Ramos homenageada pela Universidade de Estocolmo

Docente e investigadora em Química da FCUP

A vice-reitora da U.Porto vê o seu contributo para a Ciência reconhecido na Suécia.

No dia 26 de setembro, no mesmo salão da câmara municipal de Estocolmo onde todos os anos são homenageados os laureados com o Prémio Nobel, a investigadora da U.Porto Maria João Ramos será distinguida pela Universidade de Estocolmo com o título de Doutora Honoris Causa.

A primeira portuguesa a receber esta distinção da universidade sueca será homenageada pelo «relevante contributo científico prestado no campo da Proteómica Computacional», área da Bioquímica dedicada ao estudo da estrutura e comportamento das proteínas através de sistemas informáticos, determinante para uma melhor compreensão das funções e aplicações das enzimas.

Vice-reitora da Universidade do Porto para a Investigação e Desenvolvimento desde junho passado, Maria João Ramos é autora de mais de 250 artigos científicos em revistas internacionais e uma das mais reputadas investigadoras nas áreas da catálise enzimática, da mutagénese computacional, do docking molecular e da descoberta de novas drogas farmacêuticas.

Neste campo, Maria João Ramos desempenhou durante vários anos o cargo de diretora associada do National Foundation for Cancer Research Centre for Computational Drug Discovery da Universidade de Oxford (Inglaterra), onde realizou um pós-doutoramento em Modelação Molecular. A líder do grupo de investigação em Química Teórica e Bioquímica Computacional da FCUP é doutorada pela Universidade de Glasgow (Escócia) e o Swiss Institute for Nuclear Research e licenciada em Química pela Universidade do Porto.

Maria João Ramos é ainda membro do comité internacional de coordenação do Mestrado e do Doutoramento europeus – no âmbito do programa Erasmus Mundus – em Química Teórica e Modelação Computacional, do qual faz parte a própria Universidade de Estocolmo.

A vice-reitora da Universidade do Porto será uma das dez personalidades internacionais homenageadas pela Universidade de Estocolmo nesta cerimónia de atribuição de Doutoramentos Honoris Causa, entre os quais se destacam a “Advogada-Geral” do Tribunal de Justiça da União Europeia Eleanor Sharpston e o filósofo francês François Recanati. A lista completa de pode ser consultada no website da Universidade de Estocolmo.