Mais de 300 pessoas associam-se à homenagem a Valente de Oliveira

Os responsáveis da U.Porto, AEP e Fundação de Serralves ofereceram a Valente de Oliveira uma salva de prata para assinalar a ocasião.

A Universidade do Porto, a Associação Empresarial de Portugal e a Fundação de Serralves uniram-se para homenagear um dos seus membros comum, Luís Valente de Oliveira, o engenheiro, professor universitário, gestor e político que cumpriu esta semana 80 anos de vida.

Ana Teresa Lehmann, Secretária de Estado da Indústria, Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, Fernando Freire de Sousa, presidente da CCDRN, Miguel Cadilhe, Luís Portela, José Pedro Aguiar-Branco e Fernando Aguiar-Branco foram algumas das mais de 300 pessoas de diversos quadrantes da sociedade portuguesa que participaram no jantar de homenagem promovido pela U.Porto, AEP e Fundação de Serralves, que decorreu no Clube Universitário do Porto, no dia 1 de setembro. 

A homenagem foi o culminar de uma semana em que o antigo Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da U.Porto, antigo Vice-Presidente da AEP e antigo Administrador da Fundação de Serralves foi distinguido por várias entidades, incluindo o Presidente da República. Marcelo Rebelo de Sousa, que se referiu a Valente de Oliveira como “um português de exceção”, agraciou o professor da U.Porto com a Grã Cruz da Ordem Militar de Sant’iago da Espada “pelos seus notáveis méritos, de extraordinária relevância para Portugal, que o torna merecedor desta distinção”.

Mais de 300 pessoas, de todos os quadrantes da sociedade, marcaram presença nesta homenagem

Também o Reitor da Universidade do Porto destacou o mérito destas iniciativas no discurso que proferiu durante o jantar de homenagem no Clube Universitário: “a realização deste tributo era um imperativo para a cidade e para o País”. Para Sebastião Feyo de Azevedo “o percurso do Professor Valente de Oliveira, quer na Academia, quer na vida pública, confirma que se trata de um primus inter pares”.

De facto, Luís Valente de Oliveira possui um vasto e notável currículo de participação cívica em diversas instituições de interesse público nacional, tendo-se notabilizado enquanto Ministro da Educação e Investigação Científica (1978-1979), Ministro do Planeamento e Administração do Território (1985-1995) e Ministro das Obras Públicas, Transportes e Habitação (2002-2003).

A homenagem teve como pretexto a celebração do 80.º aniversário de Valente de Oliveira.

Natural de São João da Madeira (29-08-1937), Luís Valente de Oliveira licenciou-se em Engenharia Civil na Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP), instituição onde viria a doutorar-se e a construir uma carreira como docente (catedrático desde 1980) especializado em Planeamento dos Transportes, do Território e do Desenvolvimento Regional. Pelo meio, diplomou-se em Planeamento Regional no Instituto de Estudos Sociais de Haia, na Holanda (1969) e alcançou o grau de Master of Science em Transportes pelo Imperial College de Londres (1971).

Luís Valente de Oliveira foi o primeiro galardoado com a Medalha de Mérito da Universidade do Porto (2012) pelo seu contributo para “o reforço do prestígio nacional e internacional” da instituição enquanto Presidente da Comissão Organizadora da Comemoração do Primeiro Centenário da Universidade do Porto. Atualmente preside ao Conselho Geral da Universidade do Minho.