Magusto à portuguesa junta estudantes internacionais da U.Porto

O Magusto à portuguesa juntou os estudantes internacionais para conhecer as tradições portuguesas. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

Castanhas assadas, música, petiscos portugueses e muita animação. Nada ficou de fora do Magusto à portuguesa que juntou, esta quarta-feira, dia 21 de novembro, centenas de estudantes internacionais da Universidade Porto numa celebração especial do Dia de São Martinho, uma das principais tradições portuguesas.

A festa fez-se junto ao edifício da Reitoria, com a atuação da Tuna Académica da Faculdade de Direito da U.Porto (TAFDUP) e do Núcleo Etnográfico e Folclore da U.Porto (NEFUP). Aos estudantes internacionais que estão a estudar na U.Porto ao abrigo de programas de mobilidade, como o Erasmus+, juntaram-se os 350 estudantes da Universidade que, no segundo semestre, vão partir para o estrangeiro para um período de mobilidade.

“Tive oportunidade de participar neste evento e gostei muito! Aprendi mais sobre a cultura, gastronomia e danças portuguesas e confirmei, mais uma vez, que adoro a comida, as pessoas, o estilo de vida”, comentou Sara Bougie, estudante de doutoramento vinda da Argélia, que está a realizar um período de mobilidade na Faculdade de Farmácia da U.Porto.

Já Imari Nkenge-Hinds, estudante norte-americano a frequentar o 1.º ano de Mestrado em Treino Desportivo da Faculdade de Desporto da U.Porto (FADEUP), destacou a oportunidade de assistir “pela primeira vez a um grupo de danças tradicionais portuguesas, ao mesmo tempo que comemos castanhas assadas com colegas de todo o mundo”.

Magusto Internacional

Mais de 350 estudantes da U.Porto vão participar num programa de mobilidade no 2.º semestre. (Foto: Egidio Santos/U.Porto)

Recorde-se que, este ano letivo, a U.Porto conta com 4.609 estudantes internacionais, vindos de mais de 90 países. Provenientes dos quatro cantos do mundo, os 1.526 estudantes Erasmus+ e de outros programas de mobilidade chegam, este ano, de países como Argentina, Síria, Senegal, China, Rússia, Líbano ou Israel. No entanto, o Brasil (518 estudantes), a Espanha (205), a Itália (163), a Alemanha (83) e a Polónia (74) são as nações mais representadas. Aos estudantes de mobilidade somam-se ainda os 3.084 estudantes estrangeiros de grau que estão na Universidade do Porto para realizar uma licenciatura, um mestrado ou um doutoramento por completo. Entre estes estudantes, o Brasil (2259), a Itália (103), Moçambique (85) e Cabo Verde (75) são os países mais representados.

Até ao final deste ano letivo, a U.Porto espera acolher mais de 5900 estudantes e investigadores internacionais, representando 18 por cento do número total de estudantes da instituição.