Quatro listas de estudantes na corrida ao Conselho Geral da U.Porto

Eleição dos quatro representantes dos estudantes no Conselho Geral da U.Porto é feita por sufrágio direto e universal e pelo método de Hondt.

Já são conhecidas as quatro listas candidatas à eleição dos Representantes dos Estudantes para o Conselho Geral da Universidade do Porto, que se realiza no próximo dia 12 de dezembro.

Cada uma das listas concorrentes é constituída por oito elementos (quatro efetivos e quatro suplentes), provenientes das diferentes faculdades da U.Porto. A composição das quatro listas pode ser consultada aqui.

De forma a esclarecer as diferentes propostas eleitorais, toda a comunidade académica está convidada a participar no debate que vai reunir no dia 4 de dezembro, a partir das 21h00, no Salão de Alunos da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), os representantes das quatro listas concorrentes. A iniciativa (ver cartaz) parte do Quórum – Fórum Político  e pretende “criar um espaço de debate positivo onde vários temas possam ser abordados, estudados e descobertos”, esclarece aquele grupo de estudantes da FMUP. A sessão é aberta à comunidade, não sendo necessária qualquer inscrição.

Agendada para o dia 12 de dezembro, a eleição dos quatro representantes dos estudantes no Conselho Geral é feita por sufrágio direto e universal e pelo método de Hondt. Uma semana antes do ato eleitoral será divulgada a localização de todas as mesas eleitorais.

Recorde-se que o Conselho Geral é um órgão de governo da U.Porto constituído por 23 membros: 12 representantes dos docentes e investigadores, quatro dos estudantes e um do pessoal não docente da Universidade, a que se juntam seis personalidades externas à U.Porto. Entre as suas competências estão, por exemplo, a eleição do reitor da Universidade, bem como a aprovação –  sob proposta do Reitor – das linhas gerais de orientação da instituição no plano científico, pedagógico, financeiro e patrimonial.

Por tudo isto, apela-se ao forte envolvimento neste processo eleitoral de todos os estudantes da Universidade, a fim de que o ato eleitoral seja amplamente participado.