Livro sobre o ensino da Guerra Fria na Europa apresentado na U.Porto

A Conferência de Ialta é retratada na capa do livro, assinalando um dos momentos decisivos no desenvolvimento do clima de Guerra Fria entre os blocos americano e soviético.

Trata-se de um estudo comparativo do ensino da Guerra Fria em várias escolas da Europa. Em poucas palavras, pode assim ser resumido o objetivo da obra “A Guerra Fria em Manuais de História Europeus” da autoria de Cristina Maia, que vai ser apresentado no próximo dia 20 de abril (quinta-feira) às 18h30, na Biblioteca do Fundo Antigo da Reitoria da U.Porto.

Ao longo de 269 páginas, a obra publicada pela U.Porto Edições compara como é que o período da Guerra Fria foi ensinado nas escolas da Europa Ocidental, da Europa do Norte e da Europa de Leste, no período final e do pós-Guerra Fria entre as décadas de 80 e 90. Para isso, a autora recorreu aos manuais escolares de História de 17 países europeus e, em alguns casos, aos programas escolares de cada país.

Trata-se de uma investigação inédita em Portugal, quer pela abrangência geográfica, diversidade política e linguística das três regiões da Europa analisadas, quer pelo tratamento de um acervo documental pouco conhecido no nosso país, sediado no Georg Eckert Institut (Alemanha).

A autora, Cristina Maia, é professora adjunta da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto e investigadora no Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória (CITCEM) e no Centro de Investigação e Inovação em Educação (InED). Tem participado também na publicação de obras dedicadas ao ensino da História e desenvolvido investigação no campo da História da Educação, Didática da História e Educação Histórica.

A apresentação de “A Guerra Fria em Manuais de História Europeus” tem início às 18h30 e será conduzida por Luís Marques Alves, professor associado da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), ele que também assina o prefácio da obra, e por Luís Miguel Duarte, professor catedrático da FLUP.

Recorde-se que a Guerra Fria diz respeito ao cenário internacional vivido após o fim da II Guerra Mundial (1939 a 1945), numa altura em que a Europa Ocidental se encontrava devastada, e os Estados Unidos da América e a União Soviética polarizaram as relações internacionais. A expressão “guerra fria” expressa bem o contexto vivido na época, já que estes dois países não se chegaram a enfrentar diretamente num conflito armando.