Jaime Silva apresenta-se em antologia na Faculdade de Belas Artes

Obra de Jaime Silva (Sem título 1980, Carvão/pastel/tinta da china s/ papel).

O Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) acolhe de 3 a 30 de abril de 2014 a “Exposição Antológica de Pintura/Desenho 1966-2011”, que reúne mais de 60 obras da coleção pessoal do Pintor Jaime Silva, realizadas desde o início da sua carreira, na Escola Superior de Belas-Artes do Porto (1966/1973), em Paris (1978/1980) e em anos posteriores.

Esta exposição, considerada de interesse cultural por parte do Secretário de Estado da Cultura pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 9h30 às 13 horas e das 14 horas às 18 horas, no Museu da FBAUP ((Avenida Rodrigues de Freitas, 265, Porto).

A entrada é livre.

Sobre Jaime Silva

Jaime Silva nasce no Peso da Régua a 12 de julho de 1947.  Em 1965 inicia estudos na Escola Superior de Belas Artes do Porto (ESBAP), terminando o Curso Complementar de Pintura em 1973.

Membro fundador do Grupo Puzzle (1975); Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) em Paris (1977-78); Professor de Pintura no AR.CO, em Lisboa (1983-87); Professor responsável do Curso de Pintura na Sociedade Nacional de Belas Artes (SNBA), em Lisboa (desde 1987); Responsável pela Direção Artística da Galeria Municipal de Montijo (1999-2011). Júri à seleção de artistas em diferentes exposições, como por exemplo: 1984 – O futuro é já hoje? (FCG), e Prémio D. Fernando II (Sintra); é também comissário de várias exposições, entre as quais: Madrid, Capital da Cultura Ibero-Americana (representando a cidade de Lisboa) (1998), Treze Artistas/Arte Digital (SNBA, 2006), Novas Simbologias/Actuação e Limites (Montigo, 2006), Bienal de Cerveira (2007), Bienais de Arte de Montigo – Prémio Vespeira (homenagens prestadas a Fernando de Azevedo, Sá-Nogueira, Nikias Skapinakis, e João Vieira).

Para além da Medalha de Mérito, atribuída pela Câmara Municipal de Peso da Régua,  Jaime Silva foi distinguido com váris outros prémios: Menção Honrosa, Queima das Fitas (Porto, 1969); 2º Prémio de Pintura, I Exposição de Arte Moderna (Faro, 1981); Aquisição de Pintura. Lagos’86 (Lagos, 1986); Aquisição de Desenho, III Exposição de Artes Plásticas (FCG, 1986); Prémio de Desenho, II Bienal de Escultura e Desenho (Caldas da Rainha, 1987); e Aquisição de Pintura, 3ª Bienal de Artes Plásticas (Lyon’s) (Almada, 2006).

As suas obras encontram-se representadas em diversas coleções públicas e privadas, nomeadamente na Secretaria de Estado da Cultura, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação de Serralves, FBAUP, Fundação Friedrich Naumann, Culturgest, Palácio Nacional da Ajuda, Núcleo de Arte Contemporânea (Coleção José Augusto França) e na LTE / EDP.