ISPUP e DECO debatem os caminhos da “Saúde Pública” em Portugal

Encontro servirá para partilhar os resultados da investigação desenvolvida na área da Saúde Pública.

Na próxima quinta-feira, dia 6 de junho, o Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP, na Rua das Taipas) será o palco escolhido para debater a temática dos cuidados de saúde e da saúde pública em Portugal, numa conferência promovida pela Delegação Regional do Norte da DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor.

A conferência “Que Saúde Pública?” tem início marcado para as 14h30, ficando a sessão de abertura a cargo de Joaquim dos Santos Carvalho, presidente da Delegação Regional do Norte da DECO. Em seguida, a enfermeira diretora da Unidade Local de Saúde de Matosinhos, Margarida Filipe, toma a palavra para uma intervenção sobre projetos inovadores e partilha de boas práticas nos cuidados partilhados de saúde. O desenvolvimento dos cuidados de saúde primários e a reorientação do sistema de saúde são os temas principais da intervenção da segunda intervenção do dia (pelo médico de Saúde Pública Alcindo Barbosa).

Pelas 15h20, o diretor do ISPUP e professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), Henrique Barros, analisa as “tendências de evolução dos estilos de vida com maior impacto na saúde” e o estado atual da investigação em Portugal.Antes do período de debate (16h20), há ainda lugar para uma intervenção centrada no papel do “cidadão como referência do sistema de saúde”, por António Pinto Lopes, coordenador regional da DECO.

A DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor conta com mais de três décadas de atividade como instituição de interesse público para a defesa dos direitos do consumidor. As Conferências DE.COnvida realizam-se com o objetivo de promover um debate alargado sobre temas que têm um grande impacto na vida dos consumidores, sendo de entrada livre (embora sujeita a inscrição).