ISPUP apresenta “retrato” da tuberculose na cidade do Porto

A apresentação dos resultados do projeto “Menos Tuberculose Porto” terá lugar no dia 5 de junho. (Foto: DR)

Os resultados do projeto Menos Tuberculose Porto – desenvolvido com o objetivo de estabelecer uma estratégia eficaz de diagnóstico e tratamento precoce de tuberculose na cidade do Porto – vão ser dados a conhecer numa sessão pública, a realizar no dia 5 de junho, das 9h30 às 13h00, no Auditório do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

A “Tuberculose em Indivíduos Infetados por VIH”, as “Cadeias de Transmissão da Tuberculose na Área Urbana do Porto” e a “Caracterização genética das estirpes de mycobacterium tuberculosis no Porto” são algumas das apresentações que constam do programa do evento.

A sessão de abertura contará com a intervenção de Henrique Barros, Presidente do ISPUP, seguindo-se a coordenadora do projeto, Raquel Duarte, com uma apresentação sobre “Tuberculose em Grupos Vulneráveis”.

Durante o evento, serão ainda apresentadas mudanças estratégias a implementar para melhorar a prevenção e controlo da tuberculose na cidade do Porto.

A entrada na sessão é gratuita e aberta ao público, não sendo necessário reservar lugar.

Sobre o projeto “Menos Tuberculose”

O projeto “Menos Tuberculose Porto” faz parte de uma colaboração entre o ISPUP, o Instituto de Ciências da Vida e da Saúde da Universidade do Minho, a ARS Norte, o ACeS Porto Ociental e o ACeS Porto Oriental. É financiado pela contribuição da Islândia, Liechtenstein e Noruega, através do Programa Europeu EEA Grants (PT06 138DT1), no âmbito do Programa de Iniciativas de Saúde Pública (PT 06).