U.Porto com a maior taxa de sucesso na avaliação da FCT

investigadora FEUPA Universidade do Porto é a instituição com maior taxa de passagem de docentes à segunda fase da avaliação de unidades de investigação científica nacionais realizada pela Fundação de Ciência e Tecnologia (FCT).

De acordo com os dados publicados pela FCT, 82% dos investigadores da Universidade do Porto passaram à segunda fase de avaliação, uma taxa de sucesso de candidaturas bastante superior à taxa nacional (66%). Apenas as universidades Nova de Lisboa (79%) e de Lisboa (73%) se aproximaram dos resultados obtidos pela U.Porto.

Só as unidades com a classificação de Excecional, Excelente ou Muito Bom terão direito a um financiamento estratégico da FCT e cujo montante será definido pelo mérito do programa estratégico proposto. Nesta primeira fase de avaliação, foram eliminadas desta fórmula de financiamento as unidades com classificação igual ou inferior a Bom.

Este processo de avaliação, realizada por 83 avaliadores de mérito e competência internacionalmente reconhecidos, provenientes de instituições estrangeiras, é assim decisivo para o financiamento das atividades a desenvolver pelas unidades de investigação portuguesas.

Para garantir financiamento da FCT, as unidades de I&D devem demonstrar uma produção científica de reconhecido mérito internacional, apresentar a massa crítica adequada à prossecução dos seus objetivos, promover a utilização racional de infraestruturas, de meios técnicos e de recursos humanos.