Investigadora do ISPUP premiada em França

O trabalho premiado aborda a possível instalação de salas de consumo assistido de drogas na cidade do Porto. (Foto: DR)

Paula Meireles, investigadora do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP), venceu o prémio de “Melhor Comunicação Oral” atribuído no âmbito do 9.º Fórum de Jovens Investigadores (9th Young Researchers Forum), um evento realizado na cidade de Rennes (França) e que deu a jovens investigadores de todo o mundo a oportunidade de mostrarem o seu trabalho a alguns dos mais reputados cientistas na área da Saúde Pública.

Intitulado “Open drug scenes and public opinion on drug consumption rooms in Porto, Portugal”, o trabalho premiado aborda a possível instalação de salas de consumo assistido de drogas na cidade do Porto. Para tal, a investigadora focou-se no método para a estimativa da população de utilizadores de drogas ilícitas a céu aberto no Porto e recolheu opiniões sobre as salas de consumo assistido, tanto do ponto de vista das pessoas que usam drogas, como da população em geral residente na cidade.

“Este prémio é muito importante e deixou-me muito satisfeita pelo reconhecimento do trabalho e ainda mais pelo feedback recebido por parte de um painel de especialistas em saúde pública”, refere Paula Meireles.

Organizado pela ASPHER – Association of Schools of Public Health in the European Region (Associação das Escolas de Saúde Pública da Região Europeia) e integrado no encontro dos diretores – Deans’ and Directors’ Retreat – das Escolas de Saúde Pública que compõem aquela associação, o Fórum de Jovens Investigadores convida os cientistas a submeterem os seus trabalhos, que são depois revistos e avaliados por um painel de especialistas. Os autores dos  melhores trabalhos ganham então a oportunidade de fazer uma comunicação oral durante o Fórum.

Do júri do prémio fizeram parte importantes figuras na área da saúde pública, casos de Jacqueline Müller-Nordhorn (ASPHER e Berlin School of Public Health), Charité Nino Künzli (Swiss School of Public Health), Maurice Zeegers (Care and Public Health Research Institute da Maastrich University) e Judith Müller (École des Hautes Études en Santé Publique).

Paula Meireles recebeu o prémio no passado dia 2 de junho, na École des Hautes Études en Santé Publique, em Rennes.

Sobre Paula Meireles

Licenciada em Análises Clínicas e Saúde Pública pela Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto e mestre em Saúde Pública pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), Paula Meireles é estudante de doutoramento em Saúde Pública e bolseira de investigação no ISPUP, desde 2012. As suas principais áreas de investigação são a epidemiologia e os preditores da infeção VIH, hepatites víricas e outras infeções sexualmente transmissíveis nas populações-chave, nomeadamente homens que têm sexo com homens, pessoas que usam drogas, trabalhadores do sexo e migrantes; e aceitabilidade das estratégias de prevenção.