Investigadora do CINTESIS integra rede europeia sobre demência

Lia Fernandes é professora do Departamento de Neurociências Clínicas e Saúde Mental da FMUP. (Foto: DR)

Lia Fernandes, investigadora do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS), foi convidada a integrar a INTERDEM – Early detection and timely INTERvention in DEMentia – uma rede de investigação pan-europeia dedicada à promoção de intervenções clínicas e psicossociais em pessoas com demência.

Membro do grupo de investigação CINTaging – Ageing & Neurosciences Research do CINTESIS, Lia Fernandes tem trabalhado de forma profícua nas áreas do envelhecimento, da demência, do delirium e da depressão nos idosos, entre outros temas em torno da Geriatria e da Saúde Mental, como comprovam os recentes artigos que publicou em revistas científicas internacionais (International Psychogeriatrics, Frontiers in Aging Neuroscience, o Journal of the American Geriatrics Society e PeerJ, por exemplo).

Agregada pela Faculdade de Medicina da U. Porto, a investigadora é docente do Departamento de Neurociências Clínicas e Saúde Mental da FMUP. Tem a seu cargo o ensino da Saúde Mental em Pessoas Idosas no Programa Doutoral em Gerontologia e Geriatria lecionado pela U.Porto em colaboração com a Universidade de Aveiro. Ocupou também diversos cargos de destaque a nível internacional, sendo de referir a passagem pela direção da International Psychogeriatric Association (IPA) e da International Family Therapy Association (IFTA).

Neste momento, Lia Fernandes está a trabalhar em projetos ligados ao diagnóstico precoce e intervenção em doenças crónicas características dos mais velhos, nomeadamente ao nível da demência, delirium, depressão, alterações comportamentais e psicológicas, bem como a fragilidade no idoso.