Investigadora da FMUP inova no estudo da doença cardiovascular

Investigadora analisou comportamento e estilo de vida dos doentes após um episódio de Enfarte Agudo do Miocárdio.

Sofia Nunes é doutoranda em Biomedicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e participou, no passado mês de março, no Congresso EuroHeartCare 2013, para expor alguns resultados do trabalho de doutoramento que tem vindo a desenvolver.

O estudo apresentado pela investigadora revela-se inovador em alguns aspetos da dinâmica entre a medicina cardiovascular, a bioética e a economia da saúde, e é intitulado de “Gestão da Doença Cardiovascular: condicionalismos dos fatores de risco, mudanças de comportamentos e estilos de vida”.

A análise do comportamento e estilo de vida dos doentes após o internamento, devido a um primeiro episódio de Enfarte Agudo do Miocárdio, constitui um dos objetivos primordiais do estudo, que pretende descrever as várias dificuldades surgidas perante a gestão da doença. A novidade da investigação prende-se com o facto de, atualmente, haver uma grande lacuna de conhecimento face a estes aspetos e também, por exemplo, à descrição da relação entre as caraterísticas socio-económicas, demográficas e clínicas dos doentes e a dita alteração de comportamento.

Organizado pelo Council on Cardiovascular Nursing and Allied Professions, da Sociedade Europeia de Cardiologia, o EuroHeartCare 2013 teve lugar em Glasgow, no Reino Unido.