Investigadora da Faculdade de Medicina distinguida na Suíça

Ana Cristina Coelho é investigadora do Departamento de Biologia Experimental da FMUP

Ana Cristina Coelho é investigadora do Departamento de Biologia Experimental da FMUP. (Foto: FMUP)

Ana Cristina Coelho, investigadora do Departamento de Biologia Experimental da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), é a vencedora do “The Swiss Continence Foundation Award 2015”, um galardão destinado a jovens investigadores que se destaquem pelos seus contributos científicos nos domínios da Neuro-Urologia e da Urologia Funcional.

Intitulado”Selective impairment of bladder afferents by botulinum toxin type A improves neurogenic detrusor overactivity: tracking new possibilities”, o trabalho premiado revela que a administração de uma injeção de toxina botulínica do tipo A nas vias aferentes associadas ao controlo da micção melhora o autodomínio da bexiga sem criar o risco de provocar retenção urinária.

“Os mecanismos envolvidos possivelmente incluem o comprometimento da libertação de neurotransmissores dos terminais nervosos sensitivos na medula espinhal e/ou alterações na transcrição de genes ao nível do corpo celular desses neurónios”, especifica a cientista.

Estes resultados abrem portas a uma utilização seletiva da toxina botulínica na gestão dos problemas urinários de um grupo alargado de doentes, contribuindo para melhorar o seu tratamento e reduzir os efeitos secundários habitualmente sofridos.

Note-se que muitas das pessoas que sofrem de doenças neurológicas como a esclerose múltipla, acidente vascular cerebral, doença de Parkinson, espinha bífida ou lesões vertebro-medulares de origem traumática, são afetadas por distúrbios funcionais do trato urinário inferior. Esses distúrbios podem causar, entre outros, sintomas como uma vontade frequente e urgente de urinar, perda descontrolada de urina (incontinência), dor pélvica, perda da capacidade de esvaziar completamente a bexiga e infeções urinárias graves, tendo um impacto negativo na qualidade e na esperança de vida.

O galardão, no valor de 10 mil francos suíços (mais de 9 mil euros), foi entregue a Ana Cristina Coelho no passado dia 28 de agosto, numa cerimónia que decorreu em Zurique.

A Swiss Continence Foundation é uma organização suíça que tem como objetivo promover a investigação em Neuro-Urologia e Urologia Funcional e disseminar o conhecimento nas áreas atrás mencionadas, através do apoio da formação especializada e da organização de eventos educativos de alta qualidade.