Investigador do i3S preside grupo de nanomedicina de sociedade internacional

O investigador Bruno Sarmento, líder do grupo de investigação «Nanomedicines & Translational Drug Delivery» do i3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde da Universidade do Porto, foi recentemente nomeado presidente do Focus Group de Nanomedicine da Controlled Release Society. Trata-se de uma nomeação inédita já que é a primeira vez que um português tem um cargo tão elevado nesta associação, a maior a nível mundial dedicada aos sistemas de libertação de fármacos.

Com mais de mil membros a nível mundial, a Controlled Release Society está sedeada nos Estados Unidos e possui, na sua organização, cinco Focus Group.  Para o investigador, esta nomeação é motivo de orgulho: «É muito prestigiante! Além disso, sou o único europeu a presidir a um Focus Group e este é o que tem maior representatividade dentro da Sociedade, tem mais de 300 membros até ao momento».

A presidência do Focus Group de Nanomedicine, sublinha Bruno Sarmento, «poderá igualmente da alguma visibilidade ao trabalho em nanomedicina que se faz no i3S, que me parece importante e com impacto nesta área».

No exercício destas novas funções, e depois de já ter escolhido a sua equipa, Bruno Sarmento vai começar a implementar um conjunto de atividades científicas e sociais e está já a trabalhar na organização de duas sessões científicas do congresso do próximo ano da Controlled Release Society, que irá realizar-se em Valencia.

Ao mesmo tempo, o investigador foi também convidado para integrar o Editorial Board da revista científica «Journal of Control Release».

Licenciado em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Farmácia d aUniversidade do Porto (UP) em 2002, Bruno Sarmento concluiu o doutoramento em Nanotecnologia Farmacêutica na Universidade do Porto em 2007, em colaboração com a Queen’s University (CA), a Universidade de Copenhaga (DK) e a Universidade de Santiago de Compostela (ES). De 2007 a 2012 ocupou uma posição de pós-doutorado na FFUP, em colaboração com a Universidade de Copenhaga.

Co-fundador da Inovapotek e membro do conselho consultivo daquela empresa nascida, em 2008, no seio da U.Porto, entrou no INEB em 2012 como investigador associado. Atualmente é  líder do grupo de investigação «Nanomedicines and Translational Drug Delivery» no i3S , professor assistente no Instituto Universitário de Ciências da Saúde (CESPU) e professor visitante na Queen’s University, Belfast (Reino Unido).