Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço leva o Universo a todo o país

O auditório estava cheio durante a paragem da digressão em Grândola.

O auditório estava cheio durante a paragem da digressão em Grândola.

Nove investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) vão viajar no próximo dia 16 de abril, até Vila Real, para falar sobre a investigação que estão a desenvolver. O pretexo será o quarto evento da Digressão Ignite Astro, uma iniciativa que tem como objetivo levar o Universo a localidades de Portugal com menos acesso à investigação nestas áreas

“O gosto pela ciência está em todos, mas infelizmente a ciência não chega a todos os locais com a mesma facilidade. No IA assumimos o dever, e o prazer, em comunicar a ciência que fazemos, e com a Digressão Ignite Astro pretendemos levar um pouco da Astrofísica e das Ciências do Espaço nacionais a todos os portugueses – muito em particular, aos que estão mais longe dos grandes centros urbanos”, apresenta o coordenador do IA, José Afonso (IA e Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa)

O formato compacto dos eventos Ignite Astro permite expor, em menos de uma hora, cerca de uma dezena de temas atuais da investigação em ciências do espaço, que vão do estudo do Sistema Solar, à recente deteção de ondas gravitacionais, passando pela caracterização de exoplanetas, dinâmica das estrelas, evolução das galáxias, e ainda pelo desenvolvimento e construção das próximas gerações de instrumentos de observação. Para o efeito, em apenas cinco minutos, cada investigador apresentará uma sequência de 20 slides, que avança automaticamente a cada 15 segundos.

Segundo Daniel Folha (IA e Planetário do Porto – Centro Ciência Viva), cocoordenador do Grupo de Comunicação de Ciência do IA, “em geral, apenas se encontram grupos de cientistas nos centros de investigação onde trabalham, ou em encontros nacionais e internacionais vedados ao público. O formato Ignite Astro coloca grupos de investigadores em ambientes próximos da população, a falar de ciência para todos, em sessões que são de promoção da cultura científica e tecnológica.”

A Digressão Ignite Astro arrancou em janeiro em Moimenta da Beira, e já passou pelo Montijo e por Grândola. Depois de Vila Real, seguirá para Tavira em maio, seguindo-se Beja em junho e Bragança em julho.

A Digressão Ignite Astro pode ser seguida em www.iastro.pt/ignite e também pelas redes sociais Facebook, Twitter e Google+.