INESC TEC quer ensinar população a poupar nos consumos de energia

“É um projeto que pretende que todos ganhemos. As casas e os edifícios podem tornar-se mais eficientes, os consumidores poupam dinheiro e todos ajudamos o Planeta”.

Sabe o que significa eficiência energética? É este o mote do inquérito que o INESC TEC está a conduzir junto da população portuguesa. O objetivo a atingir passa por desenvolver ideias inovadoras que, por um lado, ajudam a beneficiar o meio ambiente e, por outro, ajudam o consumidor a ter uma poupança financeira significativa.

O inquérito, que está a ser levado a cabo no âmbito do projeto europeu GReSBAS, pode ser respondido em: http://gresbas.eu/gresbas-site/pt/survey/

 O GReSBAS tem como objetivo aumentar a eficiência energética dos edifícios envolvendo os consumidores e promovendo a sua participação ativa através de uma plataforma que utiliza técnicas de ludificação (uso de elementos e técnicas características de jogos em situações do mundo real) para gerir a energia de forma mais eficiente.

“Ainda há muitas pessoas que não têm noção que já ultrapassamos a bio capacidade do Planeta Terra. Por exemplo, a pegada ecológica de Portugal está em 9º lugar entre os países mediterrânicos e há uma série de comportamentos tão simples de alterar e que, todos juntos, contribuem de forma significativa para atingirmos uma maior sustentabilidade ambiental”, explica Joel Soares, investigador do Centro de Sistemas de Energia do INESC TEC.

Desligar os equipamentos eletrónicos quando já não os vamos usar mais em vez de os deixarmos ficar em stand by, ir de escadas em vez de elevador quando as distâncias são curtas, abrir as janelas em vez de ligar o ar condicionado, não deixar as luzes acesas quando se é a última pessoa a abandonar um local – são apenas alguns exemplos de comportamentos que ajudam a promover um consumo sustentável e, por isso, energeticamente mais eficiente.

“Queremos desenvolver uma plataforma que esteja ajustada à realidade de cada utilizador, mas para isso precisamos de perceber quais as suas necessidades, daí estarmos a levar a cabo este inquérito. Em Portugal é o INESC TEC que está a liderar esta operação, mas os nossos colegas turcos [Istanbul Technical University e MAKEL] estão também a fazer uma consulta à população na Turquia”, refere o investigador do INESC TEC.

O projeto europeu GReSBAS vai instalar demonstradores equipados com sistemas de automação para monitorizar o consumo e implementar ações em Portugal e na Turquia. A grande novidade deste projeto é o facto de as mudanças de comportamentos para atingir uma maior eficiência energética serem promovidas através de uma plataforma de jogo que analisa comportamentos e prevê os consumos de energia.

“É um projeto que pretende que todos ganhemos. As casas e os edifícios podem tornar-se mais eficientes, os consumidores poupam dinheiro e todos ajudamos o Planeta”, conclui Joel Soares.

O inquérito vai estar disponível até setembro, altura em que os dados vão começar a ser tratados. Em outubro os resultados vão ser públicos e, a partir daí, vão ser promovidas uma série de ações de sensibilização para esta questão, nomeadamente através das redes sociais.

O projeto GReSBAS, que teve início em abril de 2016 e vai concluir em março de 2019, é financiado pela TUBITAK e a FCT, no âmbito do programa quadro ERANet Smart Grids Plus initiative.