INESC TEC em projeto sobre cuidados de enfermagem

Esta ação COST tem como objetivo promover a discussão sobre o racionamento de cuidados de enfermagem

O INESC TEC está envolvido no projeto COST intitulado “RATIONING – MISSED CARE: An international and multidimensional problem”, que pretende debater os cuidados de enfermagem. O projeto já teve uma primeira conferência, em Limassol, Chipre, no final de fevereiro.

Nesta conferência foram discutidos os desafios metodológicos e os resultados do racionamento do cuidado de enfermagem na segurança do paciente e na qualidade da assistência. A conferência concluiu com o anúncio das estratégias para a exploração dos diversos aspetos do fenómeno através do desenvolvimento de uma agenda de ensino e investigação conjunta.

Participaram nesta conferência multidisciplinar 80 profissionais de saúde de 31 países da Europa, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

Esta ação COST tem como objetivo promover a discussão sobre o racionamento de cuidados de enfermagem, abordando o problema de forma comparativa entre países, com implicações ao nível da prática e desenvolvimento profissional dos enfermeiros. A abordagem seguida tem em conta diferentes disciplinas, tais como enfermagem, ética, cuidados de saúde em geral, economia e políticas sociais.

O projeto divide-se em quatro grupos de trabalho, que estão a abordar diferentes áreas: conceptualização, organização e metodologias; intervenções e conceções com base em evidências; dimensões éticas do racionamento dos cuidados de enfermagem; e finalmente educação e formação.

O projeto COST conta com participantes de 28 países (Bélgica, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Islândia, Irlanda, Israel, Itália, Letónia, Lituânia, Holanda, Polónia, Portugal, România, Eslováquia, Espanha, Suíça e Reino Unido).

Mais informações sobre o projeto aqui.