INESC TEC e Efacec vão prolongar colaboração por mais 25 anos

Ângelo Ramalho, CEO da Efacec, e José Manuel Mendonça, Presidente da Administração do INESC TEC, assinaram o memorando de intenções.

O INESC TEC e a Efacec assinaram no dia 22 de junho um memorando de intenções que prolonga a parceria entre as duas entidades por mais 25 anos.

Identificar novos domínios de colaboração, aumentar a parceria com mais contratos e projetos, e continuar a transferir tecnologia e conhecimento na área da energia, ciber segurança e fotónica para o mercado, acautelando sempre a questão da propriedade intelectual, são estes os principais objetivos do memorando assinado.

Existe um mito em Portugal de que universidade e indústria não colaboram. Não passa disso mesmo, de um mito! E a grande prova disso é a colaboração entre o INESC TEC e a Efacec, que colaboram desde o início dos anos 90”, explicou João Peças Lopes, Diretor Associado do INESC TEC e Professor Catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

A cerimónia teve início com a contextualização desta parceria, por João Peças Lopes e Nuno Silva, diretor de Tecnologia e Inovação da Efacec.

O primeiro contrato entre as duas entidades remonta ao ano de 1993, altura em que o INESC TEC desenvolveu uma interface para o sistema SCADA da Efacec. A parceria foi estendida à área das redes de distribuição de eletricidade, que na época representava um volume de negócio de cerca de 2M€ ao ano. 20 anos depois, o Sistema de Gestão de Redes de Distribuição (DMS) da Efacec já representa cerca de 30M€.

João Peças Lopes, Diretor Associado do INESC TEC: “Existe um mito em Portugal de que universidade e indústria não colaboram. Não passa disso mesmo, de um mito! “

“Já passámos por vários desafios juntos. Colaborámos com a Efacec na altura da instalação da primeira cidade inteligente portuguesa, em Évora, em 2007, desenvolvemos juntos um sistema de gestão de redes elétricas de baixa tensão, em 2013, entre muitos outros projetos. Foi, por isso, que quando o INESC TEC sentiu a necessidade de criar um Laboratório de Redes Elétricas e Veículos elétricos, a Efacec foi uma das instituições que prontamente apoiou, do ponto de vista financeiro, para que tal possível”, revela o Diretor Associado do instituto de investigação.

A cerimónia contou ainda com um debate subordinado ao tema “Innovate or Die – how, when and with who?”, com um painel composto por Adelino Silva Matos, CEO da A. Silva Matos Indústria e presidente da ANJE, José Manuel Mendonça, presidente do Conselho de Administração do INESC TEC, Jorge Portugal, diretor geral COTEC Portugal, António Vidigal, CEO da EDP inovação, Rodrigo Martins, docente da Universidade Nova de Lisboa e Presidente da Academia Europeia de Ciências Europeia. A moderação esteve a cargo de Ângelo Ramalho, CEO da Efacec.