ICBAS e INEM colaboram na formação em emergência médica

Parceria prevê a participação de profissionais do INEM na docência de cadeiras existentes no ICBAS.

O Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) assinaram recentemente um protocolo pioneiro que inicia uma relação de estreita cooperação entre estas duas entidades na área do Ensino e da Investigação.

O protocolo entre o ICBAS e o INEM vai possibilitar a formação de profissionais de saúde, através de cursos de pré e pós graduação, na área da urgência e emergência médica. Esta é a primeira parceria que o INEM estabelece com uma faculdade de medicina para este efeito, o que trará benefícios diretos para a emergência médica em Portugal.

Este protocolo será posto em prática já no próximo ano letivo – 2013/2014 – através da participação de profissionais do INEM na docência de cadeiras existentes no ICBAS, estando prevista desde logo a cooperação do INEM num Mestrado de Emergência e Catástrofe. Pretende-se ainda alargar a colaboração para o ensino da emergência médica na licenciatura em Medicina.

Também está prevista a utilização de instalações e equipamentos para fins de ensino e investigação de ambas as entidades, com vista ao incentivo de projetos e trabalhos de investigação sobre a área da emergência médica, de âmbito nacional e internacional. As entidades querem igualmente promover eventos científicos, colóquios e seminários.

O protocolo, assinado no passado mês de maio, surge do interesse entre o ICBAS e o INEM em manter uma estreita e mútua cooperação que permita racionalizar os recursos humanos técnicos e materiais, tendo em vista um ensino e investigação mais eficazes.