Homenagem a Marguerite Duras despede-se com “Abril Duras no Porto”

1899804_1014985538530680_8242872610961782085_o

No próximo dia 17 de abril, às 18h00, na Casa das Artes (Rua António Cardoso/Rua Ruben A – Porto), será pela primeira vez projetado do documentário “Abril Duras no Porto”. Este  evento  marca o encerramento do ciclo de iniciativas que o Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa (ILCML), sediado na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), vem promovendo desde abril de 2014 com o objetivo de assinalar os 100 anos do nascimento de Marguerite Duras.

Para além da estreia do filme realizado por Joana Rodrigues (com montagem de Joana Rodrigues e som de João Rodrigues), a sessão servirá também para apresentar duas publicações com a chancela do Instituto de Literatura Comparada. A primeira, intitulada “Marguerite Duras: palavras e imagens da insistência/mots et images de l’insistance”, conta com artigos de Jean Cléder, Arnaud Rykner, David Pinho Barros, Elisabete Marques, Adília Carvalho, Rita Novas Miranda, Mathilde Ferreira Neves, Patrícia Lino, Ana Paula Coutinho, Maria de Fátima Outeirinho,Eduarda Keating e Marie-Manuelle Silva; testemunhos (teatro) de Carlos Pimenta, Nuno Carinhas, Rosa Quiroga, Luís Mestre e de (cinema), Regina Guimarães, além de colaborações artísticas.

A segunda publicação chama-se “Duras belas Dizem/Duras exquise” e reúne um conjunto de gravuras de Adriana Romero, Bárbara C. Branco, Carolina Grilo Santos, Catarina Real, Joana Gomes, Joana Patrão, Margarida Ramos, e textos de Graciela Machado, Ana Paula Coutinho e Joana Matos Frias.

Com esta iniciativa completa-se então assim o ciclo «100 anos com Marguerite Duras», desencadeado pelo Projeto “Abril Duras no Porto”- uma iniciativa do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa -, que envolveu vários agentes e organismos culturais desta cidade, nomeadamente: Alliance Française do Porto, Cineclube do Porto, Culturprint, Direção Regional da Cultura do Norte, Espaço Mira, Faculdade Letras do Porto, Institut Français du Portugal, Reitoria da Universidade do Porto, Mala Voadora, Medeia Filmes, e Teatro Nacional São João