Hernâni Monteiro inspira conferência sobre “Desenhos e Anatomias”

Figura Eminente da U.Porto 2014

Exposição sobre vida e obra de Hernâni Monteiro está patente na Reitoria da U.Porto até 24 de fevereiro de 2015.

A Reitoria da Universidade do Porto acolhe, no próximo dia 29 de janeiro de 2015, pelas 18h30, a conferência “Desenhos e Anatomias”, proferida por Mário Bismarck, Professor Catedrático da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP).

Parte integrante do programa de Homenagem a uma Figura Eminente da U.Porto 2015 – Hernâni Monteiro, esta conferência tem, segundo Mário Bismarck, “como elemento despoletador a referência no currículo do Prof. Dr. Hernâni Monteiro de que este (…) fez parte de vários júris para concursos de professores na Escola de Belas Artes do Porto”. A participação de um médico em júris na Escola de Belas Artes assinala de resto “uma antiga e frutuosa, mas também conflitiva, parceria entre dois campos do saber: a arte e a ciência, mediados por esse espantoso dispositivo a que chamamos desenho, onde este surge como um interface disponível para interligar universos distintos”.

Fica assim dado o mote para uma conferência onde não se falará de “desenho de anatomia” mas sim das diferentes atuações do desenho e de diferentes visualizações das anatomias, “com o propósito de tecer as relações entre o desenho e a ciência, como um modo de visitarmos e pensarmos hoje quais as competências que o desenho pode promover como plataforma de análise, estudo, aprendizagem e comunicação, hoje, tempo em que ambas as áreas se encontram sob o manto da universidade, mas que se encontram, literalmente, em polos distintos e separados”, apresenta o conferencista.

A palestra será acompanhada por uma pequena exposição de livros antigos de anatomia (do séc. XVI ao séc. XIX), pertencentes ao espólio bibliográfico de três faculdades da Universidade do Porto (Belas Artes, Medicina e Fundo antigo da Faculdade de Ciências) que “servem como estímulo para penetrarmos no universo ao mesmo tempo claro e complexo, das imagens”.

A entrada é livre.