Henrique Barros no Conselho Científico da Science Europe

Henrique Barros é um dos 13 peritos europeus que integram este Conselho Científico para as Ciências Médicas.

Henrique Barros, professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e diretor do Instituto de Saúde Pública da U.Porto (ISPUP), acaba de ser anunciado como membro do recém-criado Medical Sciences Committee (SCMC) da Science EuropeEste órgão irá integrar 13 membros provenientes de vários países europeus, representando várias disciplinas da investigação em ciências médicas.

O Conselho Científico das Ciências Médicas irá ter um papel central no aconselhamento e suporte às atividades da Science Europe nesta área, funcionando como um “incubador de políticas de ciência” – fornecendo, de forma independente, o input destes especialistas para o desenvolvimento de legislação relevante (ao nível da Europa). Outros dos objetivos deste Scientific Committee for Medical Sciences (SCMS) passam pela promoção da investigação científica de excelência e pela identificação de campos de pesquisa emergentes relevantes para os cidadãos europeus.

A primeira iniciativa pública deste grupo de peritos será o lançamento de um “opinion paper” sobre os benefícios do processamento de dados pessoais nas ciências médicas e da salvaguarda da segurança dos doentes, uma iniciativa que se insere na discussão que decorre sobre a proposta de uma diretiva europeia de proteção de dados.

O Conselho Científico para as Ciências Médicas será dirigido por Richard Frackowiak, diretor do Departamento de Neurociência Clínica no CHUV University Hospital de Lausanne (Suiça).

Fundada em outubro de 2011 para promover uma plataforma colaborativa ao nível das políticas de investigação científica e o fortalecimento da European Research Area (ERA), a Science Europe é composta maioritariamente por instituições de financiamento e promoção de atividade de investigação científica (como a Fundação para a Ciência e Tecnologia) de 26 países. No seu todo, a atividade das 51 instituições que a integram representa um investimento combinado de 30 mil milhões de euros anuais.

Sobre Henrique Barros

Henrique Barros é Professor Catedrático de Epidemiologia desde 1999 e Diretor do Departamento de Epidemiologia Clínica, Medicina Preditiva e Saúde Pública da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP). É também Diretor do Instituto Superior de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP). Tem desenvolvido trabalho de investigação em projetos nacionais e internacionais, em áreas como a epidemiologia clínica e perinatal, as doenças cardiovasculares, infecciosas e o cancro. É editor-associado do European Journal of Epidemiology e membro do conselho editorial das revistas BMC Public Health, Cadernos de Saúde Pública e Journal of Epidemiology and Community Health. Foi Coordenador Nacional para a Infecção VIH/Sida até dezembro de 2011.