“futureplaces” converte-se em media lab para promover a cidadania

Eventos do futureplaces espalham-se por toda a cidade.

Como regenerar a sociedade, a partir dos media criativos e da participação cívica? Esta é a proposta de sempre do futureplaces, evento comissariado por Heitor Alvelos (professor da Faculdade de Belas Artes da U.Porto) , e apoiado pela Universidade do Porto. Mas o que nasceu, em 2008, como um “simples” festival”, quer agora ser muito mais do que isso. A edição de 2013 do futureplaces marca a transição do formato festival para media lab, passando a assumir uma função de promoção e encontro contínuo de projetos de cidadania.

Marcado pelo sucesso das edições anteriores, o futureplaces regressa este ano para uma sexta “aparição”, a ter lugar entre 28 de outubro e 2 de novembro. Consigo traz a promessa de animar a cidade do Porto com laboratórios de cidadania, cinema documental, concertos, debates, performances, conferências e muitas outras iniciativas abertas a toda a comunidade.

Os” futureplaces days” 2013 contarão com várias presenças nacionais e  internacionais, entre elas, o músico Andrew Poppy, os designers Daniel Brandão e Pedro Carvalho Almeida, ou Fadi Skeiker, professor de Artes Teatrais na Universidade da Jordânia. Destaque ainda para a participação, a 31 de outubro, do ator e realizador Bruce Geduldig (membro dos Tuxedomoon) e das realizadoras Nancy Schiesari (professora na University of Texas at Austin) e Debbie Anzalone (autora do documentário ‘Ordinary Magic’, premiado em vários festivais a nível mundial) numa mesa redonda sobre cinema documental, que contará com contribuições vindas de vários países e de diferentes percursos e áreas de investigação.

Criar um videojogo, autopsiar objetos abandonados ou desenvolver uma animação stop motion são outras das propostas que podem ser vividas durante uma semana recheada de atividades gratuitas, a ter lugar em sete lugares diferentes do Porto: Reitoria da Universidade do Porto, UPTEC PINC – Pólo das Indústrias Criativas do Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto (UPTEC), Alfândega do Porto, Associação Sonoscopia, Cinema Passos Manuel, Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) e espaço Maus Hábitos. Entre as propostas que integram o programa do evento destacam-se, por exemplo, uma exposição sobre desenho com satélites (UPTEC PINC), a inauguração da segunda fase do Programa UTAustin-Portugal (29 de outubro, na Reitoria U.Porto), um simpósio sobre as imagens na Ciência (1 de novembro, no ICBAS e no UPTEC PINC) e vários citizen labs dedicados a debater o futuro a partir dos media digitais.

Mais informações em http://futureplaces.org/.