FMUP reforça colaboração para o ensino clínico

Estudante FMUPNo próximo dia 11 de setembro, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) vai renovar a assinatura de um protocolo de colaboração com cerca de trinta instituições de saúde do Norte do país, com vista à formação clínica dos estudantes de Medicina desta Faculdade. A cerimónia vai decorrer na Aula Magna da FMUP, a partir das 10h30, e contará com a presença dos representantes máximos das instituições envolvidas.

Durante os últimos anos, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) tem contado com o contributo de instituições de saúde (hospitais públicos, hospitais privados e centros de saúde) que recebem os estudantes do curso de Mestrado Integrado em Medicina e partilham com a FMUP os programas de ensino-aprendizagem necessários para garantir uma formação médica de elevada qualidade.

É a manutenção da colaboração com essas entidades que garante um ratio docente/estudante adequado, a diversificação de contextos de prática clínica e a qualidade no ensino e na aprendizagem das competências clínicas. “Nas aulas práticas o ratio docente/estudante deverá idealmente ser de 1 docente para 1 estudante e nunca inferior a 1:4. Desta forma, os estudantes serão beneficiados porque acompanharão o docente durante o seu trabalho clínico; por outro lado, o médico poderá exercer a sua atividade docente prática sem perturbação das suas funções assistenciais de rotina e o incómodo para o doente será mínimo”, explica a diretora da FMUP.

Maria Amélia Ferreira salienta que “a FMUP está grata às instituições que têm ajudado a garantir as melhores práticas na educação dos nossos estudantes”, estando certa que “o ganho é bilateral no que respeita à cultura de educação para os futuros profissionais de saúde”.

“Para nós, este é um importante acontecimento institucional no qual pretendemos reforçar os laços que nos unem às instituições afiliadas e a todos os aqueles que contribuem para o sucesso da nossa primeira missão – formar os melhores médicos”, conclui a especialista em Educação Médica.

Entre as três dezenas de instituições de saúde, contam-se os Centros Hospitalares de Entre o Douro e Vouga, Tâmega e Sousa e Vila Nova de Gaia-Espinho, bem como o IPO-Porto, os hospitais privados da Arrábida, da Boa Nova e CUF, para além do Centro Hospitalar de São João, entidade com a qual a FMUP tem uma vivência simbiótica.