Ambulância é a nova “sala de aulas” da Faculdade de Medicina

FMUP começa treino em ambulância já em setembro

Os estudantes da FMUP vão iniciar o treino em ambulância já a partir de setembro. (Foto: DR)

No próximo dia 18 de julho, segunda-feira, a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) vai receber das mãos dos responsáveis pela Corporação de Bombeiros Voluntários de Felgueiras (BVF) as chaves de uma ambulância para utilizar no âmbito do Ensino e da Simulação Médica.

A viatura, totalmente equipada com material de trauma e de apoio a emergências pré-hospitalar, vai permitir expandir as áreas de atuação do Centro de Simulação Biomédica (CSB) da FMUP. “Através de cenários simulados, será possível em breve o treino realista, de situações de emergência pré-hospitalar, incorporando as restrições e limitações de um espaço reduzido como é o interior de uma ambulância”, explica a diretora da FMUP, Maria Amélia Ferreira,

Este equipamento será um “contributo importante para a missão do Centro de Simulação da FMUP: continuar a criar ambientes educacionais imersivos, seguros e sustentáveis proporcionando o treino e a formação de estudantes e profissionais de saúde em procedimentos, comportamentos, decisão, trabalho de equipa e comunicação clínica, promovendo a aplicação de boas práticas nos cuidados de saúde e aumentando a segurança do doente”, explica a diretora da FMUP, agradecendo a prontidão com que Júlio Pereira, comandante da CBF, com o apoio Federação dos Bombeiros do Distrito do Porto, ofereceu este equipamento em prol do treino de centenas de profissionais de saúde.

A simulação biomédica proporciona um ambiente educativo seguro, aplicável a vários níveis de ensino, permitindo treinar e desenvolver competências sem qualquer tipo de desconforto ou risco para os pacientes reais. “Este método encoraja a aquisição de competências através da experiência, estimulando a reflexão sobre os níveis de performance. Ao contrário do que sucede num ambiente clínico real, num ambiente simulado a progressão dos erros é permitida de modo a demonstrar as implicações, ou possibilitar uma resposta de retificação rápida”, explica a diretora do CSB, Carla Sá Couto.

Recorde-se que a FMUP foi a primeira Escola Médica portuguesa a constituir um Centro de Simulação Biomédica, fruto de uma sinergia com o Instituto de Engenharia Biomédica (INEB). Desde a sua criação, em 2003, o CSB já treinou mais de 3.200 estudantes de medicina e 1.200 profissionais de saúde em diferentes áreas de atuação intra-hospitalar.