FMUP na vanguarda do ensino e investigação sobre Cuidados Paliativos

Rui Nunes é professor catedrático da FMUP e dirige o novo Programa Doutoral em Cuidados Paliativos

Rui Nunes é professor catedrático da FMUP e dirige o novo Programa Doutoral em Cuidados Paliativos

A Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) inaugura este ano o Programa Doutoral em Cuidados Paliativos, com uma sessão que contará com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo. O evento está marcado para 14 de setembro, às 11h00, na Aula Magna da FMUP.

A FMUP tem apostado fortemente na formação científica, tecnológica e humanística de médicos e outros profissionais de saúde na área dos Cuidados Paliativos.  Nesta Faculdade, no âmbito do 2º Ciclo de Estudos em Cuidados Paliativos, que se encontra já na sua sétima edição, foram desenvolvidos cerca de uma centena projetos de investigação por médicos e outros profissionais de saúde que contribuíram assim para aumentar as competências em investigação e prática em cuidados paliativos em Portugal.

Agora, “o doutoramento vem ocupar uma importante lacuna a este nível dado que existe hoje uma intensa procura neste tipo de formação em todo território naciona,l vendo-se os estudantes obrigados a recorrer a formação a nível de doutoramento em instituições universitárias estrangeiras”, explica Rui Nunes, professor catedrático da FMUP e diretor do Programa Doutoral em Cuidados Paliativos.

O Programa Doutoral em Cuidados Paliativos desenrola-se em parceria com importantes e prestigiadas instituições universitárias e de saúde a nível nacional e internacional – incluindo instituições anglo-saxónicas mas, também, do espaço da lusofonia. O seu principal objetivo é “promover um exercício mais digno e competente da profissão de paliativista”.

Na sessão de apresentação, estarão presentes Edna Gonçalves (presidente da Comissão Nacional de Cuidados Paliativos), Ferraz Gonçalves (fundador da Associação Nacional dos Cuidados Paliativos), para além dos representantes institucionais da FMUP, do Centro Hospitalar de São João e do IPO-Porto.