FMUP é “templo das Ciências da Vida” para Marcelo Rebelo de Sousa

O Dia da FMUP 2017 contou com a participação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

“Todos sabemos que o que há de melhor na investigação – e também no ensino e na formação – no domínio das Ciências da Vida tem aqui um templo”. Foi desta forma que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, qualificou a Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) durante a sua intervenção no Dia da FMUP 2017.

O Presidente da República foi o convidado de honra da sessão que encheu a Aula Magna da FMUP na manhã do dia 22 de fevereiro. Uma sessão que assinalou os 192 anos de existência do ensino médico na cidade do Porto e o 22.º aniversário das comemorações do Dia da FMUP.

Lembrando que a Universidade do Porto é, também, “a sua universidade”, por aqui ter recebido o título de Doutor Honoris Causa em reconhecimento do trabalho que realizou no processo de criação da Faculdade de Direito da U.Porto, Marcelo Rebelo de Sousa deixou rasgados elogios à Universidade e à sua Faculdade de Medicina.

Marcelo Rebelo de Sousa registou a sua passagem pela FMUP no livro de honra da faculdade.

“O que impressiona na Universidade do Porto, como em particular na sua Faculdade de Medicina, é o espírito de corpo”, afirmou o Presidente da República, para depois reconhecer que estas são “duas grandes instituições”.

Mas foram particularmente aos professores e estudantes da FMUP que Marcelo Rebelo de Sousa deixou o maior reconhecimento: “Quero agradecer a vossa escolha vocacional – a escolha pela academia e a escolha pelo domínio da Medicina – servindo em ambas os portugueses e, por isso mesmo, merecendo a gratidão do Presidente da República em nome de todos eles”.

Além de Marcelo Rebelo de Sousa, a sessão do Dia da FMUP contou com as intervenções do Reitor da U.Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, da Diretora da FMUP, Maria Amélia Ferreira, e dos representantes de funcionários e estudantes da faculdade, Armando Jorge Silva e Francisco Sousa Vieira, respetivamente. Adriano Moreira, professor universitário e Conselheiro de Estado, foi o orador convidado.

O professor universitário Adriano Moreira foi o orador convidado do Dia da FMUP 2017.

Foi o próprio Presidente da República que confessou que parte da motivação para participar nesta sessão foi a oportunidade de ouvir a “lição do Professor Adriano Moreira”. Uma oração de sapiência que teve como tema a “Conciliação do Mundo” e que percorreu alguns dos acontecimentos mais marcantes da história mundial recente para reafirmar a necessidade de regressar à diplomacia como instrumento decisivo na relação das nações.

Por entre as intervenções, a sessão serviu ainda de palco à imposição das insígnias aos novos doutores e à distinção dos novos agregados da FMUP e da atribuição dos prémios que distinguem os melhores estudantes da faculdade: Prémio Fundação Ernesto de Morais (para o melhor estudante de Citogenética e Ciclo Celular), Prémio PBJ Santander Scientific Excellence Award (para o melhor artigo publicado na revista Porto Biomedical Journal) e Prémio Maxdata Excelência em Medicina (para o melhor estudante do curso de Medicina).