FLUP vai organizar o arquivo pessoal de D. Domingos de Pinho Brandão

Protocolo entre a FLUP e o Seminário Maior do Porto

Protocolo de colaboração foi assinado a 6 de setembro, pela Diretora da FLUP e pelo Reitor do Seminário Maior do Porto. (Foto: DR)

Foi assinado no dia 6 de setembro na Biblioteca do Seminário Maior, pela Diretora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e pelo Reitor do Seminário Maior do Porto, um protocolo de colaboração entre as duas instituições com vista à organização do arquivo pessoal de D. Domingos de Pinho Brandão. O ato público foi presidido pelo Bispo Auxiliar do Porto D. António Augusto Azevedo.

Domingos de Pinho Brandão (1920-1988) foi professor na FLUP e Bispo Auxiliar da Diocese do Porto, tendo fundado em 1958 o Museu de Arte Sacra e Arqueologia, para servir de apoio à formação pedagógica dos seminaristas da Diocese. Foi uma figura marcante da cultura portuguesa e portuense na segunda metade do século XX, autor de uma extensa obra publicada no campo das Ciências do Património.

Através deste protocolo, a FLUP assume a coordenação da organização do arquivo pessoal, orientando os bolseiros que irão tratar o fundo de modo a permitir o acesso público a este importante legado. A disponibilização do acervo documental (e iconográfico) é fundamental para o avanço do conhecimento sobre a História da Diocese do Porto.

A FLUP colaborará ainda na organização da nova sala do Museu de Arte Sacra e Arqueologia dedicada a Domingos de Pinho Brandão.