FLUP representa Portugal em projeto internacional de museologia

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto é a representante de Portugal no consórcio assinado entre oito países.

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) foi a entidade escolhida para representar Portugal no projeto internacional “EU-LAC-MUSEUMS”, uma iniciativa que tem como objetivo promover o diálogo e cooperação sustentáveis entre as universidades, museus e comunidades das regiões da Europa, América Latina e Caribe.

Centrado na temática “Museus e Comunidade: Conceitos, Experiências e Sustentabilidade na Europa, América Latina e Caribe”, este projeto internacional integra oito países e é coordenado, a nível global, pela Universidade de St. Andrews (Escócia). À FLUP caberá apoiar a promoção da relação entre a União Europeia e a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), no âmbito da museologia comunitária.

Portugal conta com a participação de três museus municipais, convidados pela FLUP para integrarem o consórcio nacional: o Museu da Chapelaria, em S. João da Madeira, o Museu de Olaria, em Barcelos, e o Museu Municipal de Penafiel, através do núcleo da aldeia de Quintandona.

Inserido no Programa Horizonte 2020, o projeto EU-LAC-MUSEUMS é composto por uma equipa multidisciplinar – académicos, profissionais ligados aos museus e decisores políticos – selecionados pelas Alianças Regionais Europeias e da América Latina e Caribe do Conselho Internacional de Museus (ICOM).

Com a duração de 48 meses, este projeto integra um Programa Internacional de Mobilidade Jovem – a realizar-se no próximo verão – destinado a participantes com idades entre os 15 e 17 anos. Os participantes vão trabalhar os desafios transversais da sociedade, como a tecnologia e inovação para a integração birregional, a educação em museus para a inclusão e coesão social, o investimento e empreendedorismo para Museus Sustentáveis, entre outros.