FLUP festeja 200 anos de Taras Shevchenko

Nascido em março de 1814, Taras Shevchenko é um símbolo nacional da Ucrânia.

A Faculdade de Letras da Universidade do Porto festeja, no dia 11 de março, o 200.º aniversário de Taras Shevchenko, fundador da literatura moderna ucraniana. A celebração é organizada pelo Consulado da Ucrânia no Porto, com o apoio da Universidade do Porto.

Como Camões para a língua portuguesa, Taras Shevchenko é um símbolo nacional da Ucrânia. Assim, de forma a celebrar a data do seu nascimento, o Anfiteatro Nobre da FLUP vai ser palco de uma homenagem à obra do grande poeta ucraniano.

Após as palavras de boas-vindas, às 15h30, o programa conta uma palestra conduzida por Olena Nesterenko Afonso, tradutora e professora na FLUP, a partir da qual se pode ficar a conhecer mais sobre a importância de Taras Shevchenko para o povo ucraniano (15h50). A leitura de versos do poeta em português e na sua língua nativa é outro dos momentos que vai marcar o evento (16h00).

Poeta, artista e filósofo, Taras Shevchenko foi uma inspiração para outras vertentes artísticas. A música foi uma delas. O programa de homenagem conta, assim, com um momento dedicado às canções ucranianas baseadas nos versos dos escritor e interpretadas por representantes da comunidade do seu país de origem (16h15).

O evento termina com a exibição do filme documental “O Gene da Liberdade”, legendado em inglês (16:45 – 17:15).

A celebração conta com a presença de Maria de Fátima Marinho, diretora da FLUP, António Marques, vice-reitor da U.Porto e Hennadii Rohovets, Cônsul-Chefe da Ucrânia no Porto.