Finalistas de Arquitectura vão “reinventar lugares” em Amarante

São 60 estudantes finalistas do Mestrado Integrado em Arquitetura da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) e, durante cinco dias (19 a 23 de fevereiro) vão ter como missão debater e propor soluções inovadoras para locais que se encontram subvalorizados na cidade de Amarante. O desafio parte da Maratona de Projeto Reinventar Lugares, promovida pela FAUP, em parceria com o projeto RUA (Revitalização Urbana de Amarante) e com a Câmara Municipal de Amarante.

Partindo de uma primeira aproximação à história de Amarante e às suas transformações sociológicas, económicas e culturais, os estudantes terão à sua espera “uma semana de trabalho intensivo dedicada à reflexão sobre o carácter de lugar e a definição de cidade”. Desse trabalho deverão nascer soluções de projeto inovadoras para diversos espaços da cidade, concretizando diferentes pontos de vista, estratégias ou hipóteses de atuação através do desenho urbano.

Com esta iniciativa, procura-se também garantir aos futuros arquitetos uma experiência mais próxima da realidade profissional. Nesse sentido, os estudantes vão poder partilhar as suas ideias e conhecimentos come técnicos municipais, especialistas em diferentes valências disciplinares e docentes da FAUP,  contando para isso com a colaboração da linha de investigação Diálogos entre a Prática e a Didática em Arquitetura: Produção, Ensino e Investigação, DiPDArq, do grupo de investigação Morfologias e Dinâmicas do Território do CEAU-FAUP.

Os trabalhos produzidos serão apresentados publicamente no dia 23 de fevereiro, a partir das 15h00, no auditório da Casa da Portela, em Amarante.

Mais informações aqui.