Finalista de Medicina Veterinária do ICBAS vence competição internacional

Mariana Marrana, ICBAS

Mariana Marrana frequenta o 5.º ano do Mestrado Integrado em Medicina Veterinária do ICBAS (Foto: DR)

Mariana Marrana, estudante do 5.º ano do Mestrado Integrado em Medicina Veterinária do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS), foi uma das vencedoras da OIE/IVSA Student Competition 2015, uma competição internacional promovida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e pela Associação Internacional de Estudantes de Veterinária (IVSA).

Subordinado ao tema “OIE Animal welfare standards in my country”, o concurso arrancou em setembro passado com o objetivo de dar a oportunidade a estudantes de Medicina Veterinária de todo o mundo de reforçarem os seus conhecimentos na área do bem-estar animal, nomeadamente sobre o papel das normas intergovernamentais da OIE e o respetivo nível de implementação no seu país. Aos participantes foi pedido que submetessem um ensaio, descrevendo e ilustrando. com fotografias ou vídeos, a implementação de uma norma da OIE no seu país.

O trabalho de Mariana Marrana centrou-se sobre a norma “Welfare aspects of stunning and killing of farmed fish for human consumption” (Capítulo 7.3. do Código Aquático OIE), relacionada com os peixes de aquacultura.  “Decidi investigar mais aprofundadamente a aplicação de normas de bem-estar animal em peixes de aquacultura, dado ser um tópico ainda pouco desenvolvido”, justifica a estudante que, no âmbito do projeto, visitou “pessoalmente duas instalações de aquacultura no Norte de Portugal”: a Quinta do Salmão – Comércio de Peixe, Lda (do grupo A. Coelho e Castro, Lda), especialziada em truticultura em jaulas flutuantes e instalada na albufeira do alto Rabagão; e a Aquacria Piscícolas, SA (do grupo Sea8), empresa dedicada à aquacultura de linguado e sediada na Torreira, na zona de Aveiro.

Segundo o júri da competição, presidido por Bernard Vallat, diretor-geral da OIE, “neste trabalho, Mariana conseguiu analisar diferentes sistemas de produção em aquacultura, comparando os respetivos procedimentos, no sentido de assegurar o bem-estar dos peixes cultivados”.

A OIE e a IVSA receberam numerosas participações de todas as regiões do mundo. Depois de uma “deliberação séria e em condições estritas de anonimato” (palavras dos responsáveis pela competição), o júri, composto pelo Dr. Bernard Vallat, director-geral da OIE, e Dr. Anil Türer, presidente da IVSA, avaliaram as candidaturas que demonstravam um mais profundo conhecimento das normas da OIE no campo do bem-estar animal, e que melhor ilustravam como estas normas estão implementadas nos seus países.

Para além da estudante do ICBAS, foi ainda distinguida uma estudante da Universidade Federal de Lavras (UFLA), no Brasil. As duas vencedoras vão receber, como prémio, a viagem, estadia e inscrição para assistirem à IVSA Animal Welfare Conference, que decorrerá em Utrecht (Holanda) entre 22 e 24 de abril de 2016.

Os trabalhos vencedores (componente escrita e também os vídeos) podem ser vistos aqui.

 

  • Isabel Maria Lago Barbosa

    Mais um certeza deste país