FEUP no pódio da maior competição de estratégia e gestão do mundo

img_newsletter_1

Os estudantes finalistas da FEUP durante o jantar de encerramento e entrega de prémios que decorreu em Lisboa. (Foto: DR)

Quatro estudantes finalistas do Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e Computadores da Faculdade de Engenharia da U.Porto (FEUP) conquistaram o 3.º lugar na final nacional do Global Management Challenge (GMC), a maior competição de estratégia e gestão do mundo, que decorreu em Lisboa, nos dias 16 e 17 de novembro.

Luis Valente (Chefe de Equipa), André Costa, João Barbosa e Rafael Pisco foram a única equipa de estudantes do ensino superior a conseguir um lugar no pódio, numa competição que envolve também quadros de empresas, na procura pelas melhores decisões de gestão, num ambiente de concorrência direta. Na competição participaram quadros de empresas como a EDP, a Portugal Telecom, a REFER e a CGD.

“Apesar de não termos conseguido o 1º lugar, sermos a equipa de estudantes melhor colocada é um orgulho enorme, principalmente face a uma concorrência maioritariamente formada por quadros de grandes empresas”, explica Luís Valente.

“Foi o culminar de muitos meses de trabalho duro em que nem sempre tudo correu sempre bem, mas em que conseguimos cumprir o nosso objetivo de provar que engenheiros também podem ser bons gestores”, adianta o jovem finalista da Faculdade de Engenharia.

Os números não enganam e ajudam a explicar o facto de ser considerada a maior competição de estratégia e gestão a nível mundial: presente em 30 países, o GMC envolve cerca de 20 mil participantes de todo o mundo. Em 36 anos de existência, já passaram pela competição 500 mil participantes. A Faculdade de Engenharia apoia e incentive a participação dos estudantes neste concurso: todos os anos se realiza o “FEUP Management Challenge”, uma mini-competição em que só os estudantes da FEUP podem aderir e com o intuito de treinar e patrocinar a participação de uma equipa a nível nacional (a inscrição implica o pagamento de uma elevada quantia para a maioria dos estudantes universitários).

Luís Valente está bastante contente com a participação da sua equipa na final do GMC em Lisboa: “Foi uma experiência única e o impulso necessário e perfeito para o início das nossas carreiras profissionais”.

Na realidade este 3º lugar materializou-se como muito gratificante de diversas formas para este grupo de finalistas da FEUP, já que lhes deu a oportunidade de privar de perto com personalidades de topo ligadas ao mundo da gestão e dos negócios em Portugal. Na sequência dessa oportunidade de networking, um dos elementos da equipa recebeu uma proposta formal de emprego de uma das empresas presentes na competição, estando previsto iniciar funções brevemente, numa das maiores empresas de tecnologia nacional.