FEUP e CMU distinguidas com “Best Paper Award” nos EUA

Trabalho dos investigadores centra-se no desenvolvimento de técnicas que permitam otimizar o funcionamento dos sistemas de software.

Um artigo da coautoria de Rui Maranhão, professor da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), Paulo Casanova, David Garla e, Bradley Schmerl, todos eles investigadores da Carnegie Mellon University (CMU), foi distinguido com o “Best Paper Award”, atribuído no âmbito do 8th International Symposium on Software Engineering for Adaptive and Self-Managing Systems.

Intitulado “Diagnosing Architectural Run-time Failures”, este artigo enquadra-se num projeto conjunto dos investigadores da FEUP e CMU, financiado pela National Science Foundation, no qual estão a ser desenvolvidas técnicas para dotar os sistemas de software auto-conhecedores do seu estado de “saúde”.

“A ideia fundamental é permitir que um sistema consiga tomar medidas de recuperação, caso algo falhe, de forma a garantir que nunca páre de funcionar”, afirma Rui Maranhão.

Rui Maranhão é professor do Departamento de Engenharia Informática da FEUP desde 2009, onde leciona as unidades curriculares de Sistemas Distribuídos e Compiladores. É licenciado em Engenharia de Sistemas e Informática, pela Universidade do Minho e Mestre em Tecnologia de Software, pela Universidade de Utrecht, Holanda. A investigação em teste e localização automática de falhas de software teve início há mais de cinco anos, no âmbito do seu doutoramento na Universidade Técnica de Delft, em que desenvolveu um projeto com a Philips, coordenado pelo Embedded Systems Institute, na Holanda.

A distinção decorreu durante o 8th International Symposium on Software Engineering for Adaptive and Self-Managing Systems, que teve lugar em São Francisco (EUA), nos dias 20 e 21 de maio.