FEUP distinguida nos 80 anos da Ordem dos Engenheiros

feup_uporto_newsletter_300_200

Os Troféus OE | 80 Anos foram entregues durante o jantar comemorativo dos 80 anos da Ordem dos Engenheiros. (Foto. DR)

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) foi considerada pela Ordem dos Engenheiros (OE) como o caso mais emblemático de sucesso da Engenharia portuguesa nos últimos 80 anos na área da Engenharia Civil. A FEUP foi uma das doze instituições/projetos (um por cada uma das 12 especialidades de Engenharia estruturadas na Ordem) distinguidos com os  Troféus OE | 80 Anos, entregues no passado dia 26 de novembro, no âmbito das comemorações dos 80 anos na OE.

Realizada no Convento do Beato, a cerimónia de entrega dos Troféus OE | 80 Anos contou com a presença de João Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e de Carlos Martins, secretário de Estado do Ambiente. A FEUP fez-se representar pelo Diretor, João Falcão e Cunha, e ainda por António Silva Cardoso, diretor do Departamento de Engenharia Civil da FEUP. Sebastião Feyo de Azevedo, Reitor da U.Porto, esteve também presente.

“É uma enorme honra o Conselho Nacional do Colégio de Engenharia Civil ter selecionado a FEUP, na sua especialidade, para receber este troféu. Considero que são distinguidos todos os colegas graduados em Engenharia Civil pela FEUP, e pelas várias instituições que antecederam a FEUP desde o século XVIII, e são também distinguidos os técnicos que ao longo dos anos apoiaram a sua preparação profissional e científica”, admitiu João Falcão e Cunha. “É também uma enorme responsabilidade visto que simultaneamente é necessário que a Engenharia Civil na Faculdade de Engenharia continue a destacar-se globalmente, inovando e evoluindo para o bem da sociedade”, enalteceu o diretor da FEUP.

Durante as comemoração dos 80 anos o Bastonário, Carlos Mineiro Aires, sublinhou o percurso de internacionalização que a associação está a concretizar: “A Ordem dos Engenheiros será certamente a associação profissional portuguesa mais empenhada e que mais acordos internacionais tem conseguido celebrar, tendo em vista a mobilidade e o exercício profissional noutros países, sempre numa base da reciprocidade”, esclareceu. Na sua intervenção, o Bastonário destacou também o papel determinante que a Engenharia desempenha no país ao afirmar que a profissão de engenheiro “continua a granjear o respeito institucional e da sociedade, que é o nosso principal ativo”.

A OE foi criada em 1936, pelo Decreto-Lei n.º 27288, de 24 de novembro, tendo sucedido à Associação dos Engenheiros Civis Portugueses, fundada em 1869.

Vencedores dos Troféus OE | 80 anos

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (Engenharia Civil)
Sistema Elétrico Nacional (Produção, Transporte e Distribuição de Eletricidade) (Engenharia Eletrotécnica);
Grupo FREZITE (Engenharia Mecânica)
Projeto Centenário das Minas da Panasqueira (Engenharia Geológica e de Minas)
Reconversão do Complexo Industrial de Estarreja (Engenharia Química e Biológica)
Empresa NELO (Engenharia Naval)
Projeto Extensão da Plataforma Continental Portuguesa (Engenharia Geográfica)
Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (Engenharia Agronómica)
Projeto A Investigação do Eucalipto (Engenharia Florestal)
Grupo IberoMoldes e a sua associada Iber Oleff (Engenharia de Materiais)
Primavera Software Solutions (Engenharia Informática)
Projeto WONE – Water Optimization for Network Efficiency – da EPAL (Engenharia do Ambiente)