FEUP debate novos modelos para a melhoria da educação em Portugal

Estudantes da FEUP (corredor)

A educação informal, a aprendizagem por projetos e o papel dos estudantes na educação são alguns dos temas que vão estar em reflexão.

Nos próximos dia 10 e 11 de abril a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) recebe a 9ª edição do ciclo de Debates e Iniciativas na FEUP sobre “Novos Paradigmas”. Trata-se de um encontro de dois dias que pretende ser um momento de reflexão e diálogo sobre possíveis modelos pedagógicos, bem como uma oportunidade para a criação de uma rede de agentes de mudança na educação em Portugal.

Sob o tema “Ensino Formal e Educação Formal, Não Formal e Informal”, o seminário pretende analisar diferentes modelos educativos e pedagógicos que promovam o desenvolvimento de atitudes e comportamentos éticos que levem à concretização dos objetivos com eficiência e responsabilidade. No painel de convidados encontram-se personalidades com diferentes funções na sociedade educativa: educadores de infância, professores do ensino básico e secundário, diretores de escolas e colégios, psicólogos e membros de comissões de pais, professores universitários, estudantes, alumni, membros de associações estudantis e ainda personalidades com responsabilidades no campo educativo (ver programa).

António Sampaio da Nóvoa

O encontro conta com a intervenção do Reitor Honorário da Universidade de Lisboa, Sampaio da Nóvoa.

O primeiro dia do evento está reservado para debates e reflexões sobre a educação informal e aprendizagem por projetos. A partir das 21h30 o seminário conta com a intervenção especial de Sampaio da Nóvoa, Reitor Honorário da Universidade de Lisboa numa abordagem ao ensino informal. Essa sessão será encerrada pelo Reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo.

Já o segundo dia prevê sessões de trabalho paralelas que continuam a discussão do 1º dia, à qual se juntam temas como a aprendizagem por projetos, o papel dos estudantes, suas associações e iniciativas enquanto agentes na mudança dos paradigmas da educação, autonomia das escolas básicas e secundárias, pedagogias para a inclusão e mudança social (um modelo pedagógico e de trabalho em Tandem, ainda pouco conhecido em Portugal), educação para a cidadania e competências transversais.

A 9ª edição do ciclo dos “Novos Paradigmas, Debates e Iniciativas”conta com António Barbedo Magalhães, Professor Emérito da U.Porto na FEUP como coordenador da comissão organizadora. Com um vasto currículo no que toca à importância de novas pedagogias educativas, o professor catedrático recentemente jubilado da FEUP, lançou em 2004 os Projetos PESC (Projetar, Empreender, Saber Concretizar), depois rebatizados com o nome de Projetos Lidera, por serem liderados por estudantes. Fez diversas comunicações e artigos sobre a necessidade de desenvolver novos modelos pedagógicos e novos paradigmas da Educação. Em 2012 foi o regente, com o Professor Marc Zupan (da Universidade de Maryland, nos EUA) da primeira unidade curricular da FEUP para o desenvolvimento de ‘competências globais’ dos engenheiros, designada por ‘Global Engineering ‘ lecionada simultaneamente nos dois países com recurso a videoconferência. Na 7ª edição do debate Novos Paradigmas, em março de 2014, António Barbedo lançou o livro “A Evolução dos Modelos Educativos e a Formação de Engenheiros-Cidadãos para o Mundo”, que pode ser lido gratuitamente aqui.

A entrada é livre mas sujeita a inscrição prévia. Para mais informações, clicar aqui.