FEUP convida estudantes do secundário a ‘Pôr as mãos na massa’

(foto:)

O concurso pretende reforçar a importância da Engª Civil na subsistência de um país e sociedade (foto: mytid2d.net)

Projetar e construir uma Torre de Esparguete: é este o desafio que vai ser lançado no próximo dia 24 de julho, pelo Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), em conjunto com a Associação Internacional de Estudantes de Engenharia Civil (IACES), aos estudantes do ensino secundário

Com a ajuda de estudantes da FEUP, os alunos de 10º, 11º e 12º da área de Ciências e Tecnologias terão de responder ao desafio de “Pôr as mãos na massa” e construir uma estrutura edificada, recorrendo apenas a cola e esparguete.  As equipas serão compostas por três a quatro alunos do ensino secundário, com o apoio de um monitor da IACES. As maquetes serão concebidas em salas de aula da Faculdade de Engenharia da FEUP e posteriormente testadas nos laboratórios.

Este concurso interescolar pretende não só dar a conhecer algumas das atividades levadas a cabo pelo curso de Engenharia Civil, como promover a importância desta área na subsistência e desenvolvimento dos países e das cidades, fundamentais para a garantia da qualidade de vida dos cidadãos.

Bárbara Rangel, professora da FEUP responsável pela organização do concurso, acredita na importância deste tipo de iniciativas: “É nesta época que os alunos que estão na reta final do ensino secundário se colocam mil e uma questões do que irá ser o seu futuro. Têm de decidir um caminho, mas sem grande certeza do que está no final. Construir estará seguramente no imaginário de muitos deles. Com esta iniciativa, pretendemos ajudar a esclarecer estas dúvidas e mostrar o que é o futuro de um engenheiro civil, respondendo às questões que seguramente se colocam. Como se faz Engenharia Civil? Qual o seu papel a construir o mundo que nos rodeia? Onde está a engenharia civil? E aos seus pais mostrar porque fazem falta os engenheiros civis em Portugal. Com este desafio, daremos estas respostas ao longo do dia, através da experiência de construir com as próprias mãos uma torre de espaguete. Em equipa têm de pensar na estrutura, na robustez e com criatividade e muita imaginação contrair a torre mais forte e mais esbelta, literalmente pondo as mãos na massa”, enfatiza a professora da Faculdade de Engenharia.

Esta e outras atividades estão disponíveis no recentemente remodelado site do Departamento de Engenharia Civil (DEC): http://paginas.fe.up.pt/~dec/.